Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/22324
Title: Avaliação da resistência não drenada de uma argila orgânica Mole no bairro chão de estrelas em recife-pe
Authors: CADETE, Ana Nery de Macedo
Keywords: Argila mole;resistência não drenada;perfil geotécnico
Issue Date: 15-Aug-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Depósitos de argilas moles nas costas oceânicas e nas várzeas ribeirinhas ocorrem em todo o mundo e, especialmente, no Brasil, em sua costa litorânea. As baixadas litorâneas, historicamente ocupadas pelos assentamentos populacionais e hoje locais portuários, apresentam grandes depósitos de sedimentos marinhos. No interior do País, a transposição das várzeas de sedimentos moles dos rios e córregos oferece um amplo campo de aplicação da engenharia para a construção, por exemplo, de vias rodoviárias e ferroviárias. Especialmente na cidade do Recife, a justificativa de estudos dos solos moles se dá devido aos depósitos de argilas moles orgânicas que podem ser encontrados em aproximadamente 50% da área da planície. O nível do solo é próximo do nível do mar e os depósitos de solos moles, em geral, estão quase totalmente abaixo do nível d'água. Esta pesquisa tem por objetivo avaliar a resistência não drenada de uma argila orgânica mole no bairro de Chão de Estrelas na cidade do Recife. A investigação foi dividida em duas áreas, denominadas de ilhas de investigação. Em cada local foram retiradas amostras indeformadas do tipo Shelby e realizados ensaios de campo das margens do Rio Beberibe. A resistência não drenada foi obtida através de ensaios triaxiais do tipo não consolidado não drenado (UU), Vane Test em amostras indeformadas e deformadas e também a partir de ensaios com o "piezocone" (CPTU). Foi analisada também a sensibilidade da argila. O subsolo apresenta uma camada superficial de aterro arenoso com muita metralha e camadas de solos orgânicos, com restos de raízes, de baixa resistência e alta compressibilidade. A argila apresentou uma razão de pré-adensamento maior que 1 nos dois metros iniciais provavelmente devido a um ressecamento provocado pela variação do nível d’água. Entre dois e quatro metros o depósito é ligeiramente pré-adensado e após os quatro metros apresentou uma razão menor que 1 devido ao amolgamento das amostras. Os resultados da resistência não drenada obtidos através dos ensaios de campo e laboratório apresentaram valores próximos na ilha de investigação 2. Na ilha de investigação 1 os resultados do ensaio de palheta de campo foram um pouco superiores aos demais.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/22324
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Engenharia Civil

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_TeresaLopes_FormacaoDoOlhar.pdf34.02 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons