Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2210
Título: Perfil hematimétrico e identificação da hemoglobina do bicho preguiça Bradypus variegatus
Autor(es): Ferrari Ramos, Francimar
Palavras-chave: Bradypus; Hematologia; Hemoglobina
Data do documento: 2006
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Ferrari Ramos, Francimar; José Eduardo das Dores Peres da Costa, Carlos. Perfil hematimétrico e identificação da hemoglobina do bicho preguiça Bradypus variegatus. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Fisiologia, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Resumo: O objetivo deste estudo foi, em preguiças Bradypus variegatus, estabelecer o perfil hematimétrico e identificar os tipos de hemoglobina (Hb), além de avaliar se existe influência do sexo sobre estes parâmetros. Estudou-se 10 preguiças (6 machos e 4 fêmeas), não anestesiadas, mantidas em cativeiro, pesando (X±DP) 3,6±0,79kg e com temperatura retal média de 30±1oC. Coleta de sangue, através de punção da veia cefálica medial do membro anterior, foi obtida para realização da hematimetria, do esfregaço sanguíneo e da eletroforese e Cromatografia Liquida de Alta Resolução (HPLC) da Hb. Os resultados (X±DP) foram demosntrados de forma descritiva e a avaliação estatística da influência do sexo, foi realizada através do teste de Mann-Whitney (p<0,05). O hematócrito (30,4±4%), foi inferior ao encontrado em B.tridactylus e Choloepus; a contagem de hemácias (3±0,3x106/mm3) e teor de Hb (11±1g/dl) foram similares aos encontrados em outras espécies de preguiças, porém, inferiores a de alguns mamíferos de alto metabolismo. O Volume Corpuscular Médio, a Hemoglobina Corpuscular Média e a Concentração de Hemoglobina Corpuscular Média apresentaram, respectivamente, os valores: 104±4fl; 40±6pg e 38,4±5%. Estes foram semelhantes aos encontrados em Choloepus e superiores aos de outros mamíferos, evidenciando presença de eritrócitos grandes e com maior conteúdo de Hb. Influência do sexo foi encontrada apenas na contagem de hemácias, a qual se mostrou maior nos machos (p<0,05). A eletroforese da Hb, baseada no padrão de referência de Hb s humanas, demonstrou presença destas na posição da HbA1 (15%) e na posição da HbH (75%) e o HPLC mostrou 5 picos cromatográficos expressando a existência de 5 formas de Hb s no hemolisado. O perfil hematimétrico aliado à multiplicidade de Hb s, presentes no sangue de B.variegatus, poderiam estar relacionados às características comportamentais e fisiológicas destes animais tais como, sua vida sedentária, seu baixo metabolismo, sua reduzida temperatura corporal, além da capacidade de manter-se em apnéia, durante alguns minutos, sem repercussões fisiológicas
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2210
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo6295_1.pdf2,69 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.