Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2161
Título: Ação patogênica de linhagens de Metarhizium anisopliae sobre Callosobruchus maculatus (Coleoptera: Bruchidae), e compatibilidade química a inseticidas
Autor(es): GUARANÁ, Carlos Fernando Rodrigues
Palavras-chave: Metarhizium anisopliae; Controle microbiano; Inseticidas; Compatibilidade; Vigna unguiculata; Caupi
Data do documento: 2007
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Fernando Rodrigues Guaraná, Carlos; Áurea de Luna Alves Lima, Elza. Ação patogênica de linhagens de Metarhizium anisopliae sobre Callosobruchus maculatus (Coleoptera: Bruchidae), e compatibilidade química a inseticidas. 2007. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2007.
Resumo: Foram analisadas duas linhagens de Metarhizium anisopliae quanto à patogenicidade sobre insetos adultos de Callosobruchus maculatus utilizando as concentrações 108 a 104 conídios/mL-1, sendo a virulência determinada pelo percentual de mortalidade, decorridos dos doze dias de observação. Os isolados mostraram-se altamente patogênicas, provocando mortalidade superior a 50% da população de insetos já no terceiro dia após a inoculação. Os isolados de Metarhizium anisopliae var. anisopliae URM3349, e M. anisopliae var. acridum URM4412 foram agressivas ao inseto-alvo, tendo o isolado de M. anisopliae var. anisopliae URM3349 comportamento mais agressivo, sugerindo sua utilização em programas de controle biológico do caruncho do caupi. Foi avaliado, in vitro, o efeito fungitóxico de produtos fitossanitários utilizados em culturas de feijão, sobre o crescimento vegetativo e a conidiogênese nas linhagens de M. anisopliae. Independentemente do inseticida utilizado, o isolado M. anisopliae var. anisopliae URM3349, foi a que apresentou maior taxa de crescimento, enquanto o isolado M. anisopliae var. acridum URM4412 apresentou maior efeito inibitório no crescimento micelial. A compatibilidade dos isolados de M. anisopliae variou amplamente dentro de cada linhagem e entre os inseticidas estudados, sendo Quimióleo (azadiractina) o produto que apresentou o maior efeito fungitóxico e M. anisopliae var. acridum URM 4412 o fungo mais sensível ao efeito dos defensivos agrícolas. As linhagens, em associação aos inseticidas utilizados, podem ser recomendadas para o Manejo Integrado de Praga do Caupi
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2161
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Ciências Biológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5258_1.pdf1,1 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.