Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2109
Title: Alteração nos niveis lipidicos plasmaticos e atividade de lecitina colesterol aciltransferase (LCAT) decorrentes de uma segunda infecção de Callithrix Jacchus por Schistosoma Mansoni
Authors: Maria de Brito Ramos, Thadzia
Keywords: Níveis plasmáticos; LCAT; Callithrix jacchus; S. mansoni
Issue Date: 2002
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Maria de Brito Ramos, Thadzia; Lúcia de Menezes lima, Vera. Alteração nos niveis lipidicos plasmaticos e atividade de lecitina colesterol aciltransferase (LCAT) decorrentes de uma segunda infecção de Callithrix Jacchus por Schistosoma Mansoni. 2002. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Bioquímica, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2002.
Abstract: A esquistossomose mansônica apresenta ciclo de infecção, tratamento e reinfecção. A Forma clínica severa da doença promove danos teciduais que afetam órgãos vitais como o fígado e podem levar a alterações no metabolismo lipídico. Neste trabalho, foram avaliadas em Callithrix jacchus as alterações decorrentes de uma segunda infecção após 60 dias da primeira por infestação com 400 cercárias de Schistosoma mansoni. Os níveis de colesterol total, colesterol éster, fosfolipídio total e triglicerídeos foram determinados por método colorimétrico, enquanto o colesterol esterificado formado in vitro pela ação da lecitina: colesterol aciltransferase (LCAT) foi determinado utilizando substrato radioativo contendo [14C]colesterol. Os resultados mostraram redução significativa nos níveis de lipídeos neutros, colesterol total e triglicerídeos, bem como de fosfolipídio total em animais infectados, sendo esta redução significativamente mais acentuada em plasma de animais submetidos à segunda infecção. Similarmente a atividade da LCAT foi significativamente reduzida, após a primeira infecção ocorreu 25% de diminuição na atividade fracional da LCAT em comparação aos animais controles, sendo esta redução ainda maior após a reinfecção (39%). Os resultados indicam que a segunda infecção por S. mansoni promove alterações lipídicas plasmáticas mais acentuadas do que aquelas provenientes da primeira infecção
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2109
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4925_1.pdf496.15 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.