Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/20844
Título: Grito no Nordeste, nº 62
Autor(es): Animação dos Católicos no Meio Rural, (ACR)
Palavras-chave: CONCLAT; CUT; CENTRU; Serra Talhada; Zona da Mata
Série/Relatório no.: 62
Resumo: O trabalho é tema central desta edição. Ele é colocado em pronuncionamentos do Papa e também nas notícias sobre a construção da CUT através do CONCLAT. Surgem tópicos como estabilidade no trabalho, redução da jornada para 40 horas semanais e o necessário fim das intervenções nos sindicatos. Já o seminário da CENTRU contou com presenças de estudiosos, políticos e todos aqueles dipostos a discutir a estrutura agrária e experiẽncias de luta na Zona da Mata em Pernambuco para contribuir para o debate. As discussões entram em pauta após a Assembleia Geral realizada no Rio de Janeiro daquele ano – especialmente o projeto Proálcool, lançado no segundo bimestre. Por fim, o movimento sindical ganha repercussão graças às conquistas da Campanha Salarial dos Canavieiros de Pernambuco, que conseguiu o aumento e contou com uma série de protestos com grande massa de trabalhadores presentes, chegando aos 12 mil. A luta combatia a construção da barragem de Jazido, em Serra Talhada e a falta de trabalho para ao menos 30 mil no Ceará.
Descrição: Ctalogado por Gabriela Souza | Revisado e submetido por Leilane Cruz
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/20844
Aparece na(s) coleção(ções):Jornal Grito no Nordeste

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ACR_grito_n62.pdfEdição número 62 do Jornal Grito no Nordeste da ACR56,08 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.