Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2065
Title: Balanced testing scorecard: um modelo para avaliação e melhoria de desempenho de equipes de testes de software
Authors: Oliveira Nóbrega, Rafael
Keywords: Avaliação de Desempenho; Balanced Scorecard; Testes de Software
Issue Date: 31-Jan-2008
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Oliveira Nóbrega, Rafael; Marcos Lins de Vasconcelos, Alexandre. Balanced testing scorecard: um modelo para avaliação e melhoria de desempenho de equipes de testes de software. 2008. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Ciência da Computação, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2008.
Abstract: A realização de testes é uma atividade vital para o desenvolvimento de software com qualidade. Muitas empresas têm investido alto visando a melhoria do desempenho das equipes de testes. Para ajudar na satisfação deste objetivo, os modelos de maturidade de testes são ferramentas bastante utilizadas atualmente. Porém, segundo James Bach (1994), estes modelos não são populares entre empresas desenvolvedoras de software altamente competitivas e inovadoras porque, entre outros motivos, encorajam as organizações a utilizarem objetivos que realizam uma missão fictícia de "atingir um maior nível de maturidade", ao invés de realizar a missão definida pela própria organização. O que, segundo ele, geralmente impede que a empresa utilize seus recursos da melhor maneira possível. Desta forma, esta dissertação propõe o modelo Balanced Testing Scorecard (BTSC) para avaliação e melhoria do desempenho de equipes de testes, que usa como base o Balanced Scorecard (KAPLAN & NORTON, 2004) e modelos de maturidade de testes (ERICSON et al., 1998) (SOGETI, 2008) (BURNSTEIN et al., 1996a, 1996b). O BTSC é capaz de alinhar os objetivos da organização e dos seus clientes, com os objetivos dos modelos de maturidade de testes, a fim de melhorar seu desempenho. O modelo foi refinado por especialistas de testes e aplicado em uma equipe de testes. Os resultados mostraram resultados concretos para a avaliação do desempenho da equipe, além dos benefícios já conhecidos dos modelos de maturidade de testes
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/2065
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo1969_1.pdf2.82 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.