Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/20057
Título: R-BPM: uma metodologia para gestão de riscos em iniciativas de BPM
Autor(es): FERREIRA, Fabio da Silva
Palavras-chave: Gerenciamento de Riscos; Gerenciamento de Processos de Negócios; Gerenciamento de Processos de Negócios Consciente dos Riscos; Risk Management; Business Process Management; Risk-Aware Business Process Management
Data do documento: 1-Jul-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Na busca por agilidade, economia e qualidade em seus processos, um número crescente de empresas tem adotado técnicas de Gerenciamento de Processos de Negócios (do original em inglês: Business Process Management - BPM), já que esta permite que a organização torne seus processos mais eficientes, com maior precisão, rapidez, flexibilidade e qualidade. No entanto, mesmo gerenciados, os processos podem enfrentar riscos que podem causar forte impacto sobre os objetivos da organização se estes riscos não forem gerenciados de forma apropriada. Como o gerenciamento de riscos demanda recursos e a execução de várias atividades (entrevistas, análises, reuniões etc.) que também são demandados pelo BPM, a integração destes dois campos tem sido tema de pesquisa frequente nos últimos anos. Um problema com os trabalhos existentes, no entanto, é que as atividades de gerenciamento de riscos propostas são aplicadas apenas a algumas fases do ciclo de vida BPM. Esta dissertação teve como objetivo construir e avaliar uma metodologia para realizar o gerenciamento de riscos em processos de negócios de forma integrada com o ciclo de vida BPM. A metodologia, chamada R-BPM, é composta por um conjunto de fases e uma ferramenta de apoio. Ela é inspirada na estrutura de gerenciamento de riscos do COSO (Committee of Sponsoring Organizations of the Treadway Commission) e foi construída através da abordagem de Design Science Research, que envolve um ciclo iterativo de construção e avaliação. Para avaliar a metodologia e a ferramenta de software construída para apoiá-la, foi realizado um estudo de caso em uma organização pública. Os artefatos foram avaliados através de grupos focais e surveys com especialistas da organização. Os resultados mostraram que a metodologia R-BPM, além de permitir que as atividades relacionadas à gestão de riscos sejam executadas em conjunto com o ciclo de vida BPM, permite também compartilhar a responsabilidade pelos riscos e fornecer melhores condições para os analistas e donos dos processos avaliá-los. Como a metodologia foi utilizada para resolver um problema do mundo real na organização estudada, esta pesquisa também contribuiu para a disseminação de conhecimento acadêmico para o mercado.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/20057
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao_FabioFerreira_Digital.pdf2,9 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons