Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/20050
Título: Parques históricos da região metropolitana do Recife: processos de tombamento e preservação do patrimônio arqueológico
Autor(es): CRUZ, Cassia Kelly Maria da
Palavras-chave: Patrimônio Arqueológico;Processos de Tombamento;Parques Históricos;Preservação;Pernambuco;Archaeological Heritage;Tipping procedures;Historical Parks;Preservation;Pernambuco
Data do documento: 29-Jan-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O presente trabalho teve por objetivo analisar os fatores de influência nos processos de tombamento e suas consequências na preservação do patrimônio material e arqueológico em quatro parques históricos da Região Metropolitana do Recife. A questão da busca por uma memória nacional vivida nas décadas de 1960 a 1980 aqui no Brasil exerceu uma forte influência nas escolhas de que bens patrimoniais constituíam exemplos da identidade formadora da União. Utilizando os processos de tombamento como norteadores, analisamos as estratégias de tombamento realizadas em Pernambuco, avaliamos o discurso político, ideológico que influenciou esses processos de tombamento e, por fim, analisamos as estratégias de tombamento e preservação do patrimônio arqueológico dos parques históricos e/ou arqueológicos do país onde o fator arqueológico foi o principal motivo para a realização do processo de tombamento. Para isso, traçamos um protocolo para análise das dimensões técnica, jurídica e social. E, a partir disso elencamos cinco elementos principais que nos permitiram relacionar os discursos e as ações preservacionistas a que foram submetidos esses patrimônios. Assim, obtivemos que os parques históricos em Pernambuco foram tombados a partir de iniciativa de pesquisadores a fim de evitar que as consequências do momento que o Brasil estava passando e a busca de um progresso que vê o patrimônio cultural como um empecilho os atingisse e que se perdessem alguns dos locais representativos da história da Restauração Pernambucana. Entretanto, a preservação desse patrimônio arqueológico necessita de ações conjuntas e efetivas com a participação da população para que se perdure para as futuras gerações.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/20050
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Arqueologia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CRUZ, C K M.pdf5,89 MBAdobe PDFVer/Abrir    Item embargado


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons