Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1987
Title: Avaliação da atividade Anti-hiperglicemiante de extratos de Parkinsonia aculeata em ratos diabéticos
Authors: Catarina Rezende Leite, Ana
Keywords: Atividade antidiabética;Aloxana ratos diabéticos;P. aculeata
Issue Date: 2006
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Citation: Catarina Rezende Leite, Ana; Lúcia de Menezes lima, Vera. Avaliação da atividade Anti-hiperglicemiante de extratos de Parkinsonia aculeata em ratos diabéticos. 2006. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Bioquímica, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2006.
Abstract: Parkinsonia aculeta tem sido relatada na medicina popular como uma planta que é possuidora de ação no tratamento do Diabetes mellitus. A proposta desse estudo foi investigar a atividade dos extratos (hidroalcoólico e da fração aquosa) da P. aculeata em animais portadores de diabetes induzida por aloxana (150 mg/Kg) e em normoglicêmicos (NaCl 0,9%). Os extratos foram administrados nas concentrações de 250 mg/Kg e 125 mg/Kg e o veículo (água destilada, 5 mL/Kg) por via oral e diariamente durante 16 dias. Foram avaliados os níveis séricos de glicose, colesterol, triglicerídeos e colesterol-HDL, bem como os níveis urinários de glicose e uréia em 24h. Também foram avaliados o peso corporal, os níveis de comida e água ingestas, bem como o volume urinário em 24h. O peso do fígado, dos rins, do tecido adiposo epididimal e dos músculos esqueléticos: Soleus e Extensor Digitorius Longus (EDL) foram avaliadas, e, também, o conteúdo de glicogênio hepático. Com a finalidade de validação do modelo experimental foi realizado um grupo diabético tratado com insulina, que demonstrou, como esperado, significantes resultados na maior parte dos parâmetros metabólicos avaliados. No extrato hidroalcoólico de P. aculeata, onde os animais foram tratados com 125 mg/Kg, os resultados, nos animais diabéticos, demonstraram uma redução significante nos níveis de glicose sérica e urinária. O melhoramento no conteúdo do glicogênio hepático e uma redução no peso rins também foi encontrado. Nos animais normoglicêmicos tratados com o extrato, foi encontrado apenas um aumento significante no peso do EDL. Na fração aquosa de P. aculeata, os animais diabéticos tratados com 250 mg/Kg e 125 mg/Kg de extrato demonstraram uma redução significante da glicose sérica e urinária, de uréia urinaria, bem como nos níveis séricos de colesterol total, colesterol-HDL e triglicerídeos. Um melhoramento no conteúdo de glicogênio hepático e uma conservação no peso dos músculos esqueléticos: Soleus e EDL, bem como o significante decaimento na quantidade de líquido e comida ingestas; nos rins foi observada uma significante inibição da hipertrofia. Entretanto apenas nos animais diabéticos tratados com 125 mg/Kg da fração aquosa, foi encontrada uma redução significante no volume urinário, uma conservação no tecido adiposo epididimal, um resultado positivo no peso do fígado e no peso corporal. Os resultados significantes obtidos nos parâmetros avaliados sugerem que extrato hidroalcoólico e fração aquosa de P. aculeata têm ação hipoglicemiante positiva influenciando o metabolismo dos carboidratos
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1987
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
arquivo4864_1.pdf759.17 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.