Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/19677
Título: O Enade aproxima ou distancia administradores do mercado de trabalho? Competências comunicativas e emprego no Vale do São Francisco.
Autor(es): FREITAS, Elis Magalhães Santos de
Palavras-chave: Administração. Comunicação. Enade. Contratantes.; Administration. Communication. Enade. Employers
Data do documento: 13-Abr-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O estudo sobre o ensino superior em administração no Brasil ainda é bastante tímido e merece reflexão. É importante compreender como as Instituições de Ensino Superior têm preparado os administradores para encarar um mercado de trabalho cada vez mais competitivo. O que os contratantes desse mercado esperam de uma recém formado em administração? De que forma as políticas públicas voltadas para o ensino tem contribuído para essa inserção no mercado de trabalho? Essa dissertação busca, portanto, compreender se as questões das provas do Enade se aproximam ou se distanciam das necessidades dos contratantes do Vale do São Francisco no que diz respeito às competências comunicativas do administrador. Para tanto, vê-se na introdução um breve contexto da realidade dos cursos de administração em nosso país, bem como, a problematização e a justificativa em torno do Enade e da comunicação. A fundamentação teórica aborda os principais desafios do ensino superior em administração no Brasil; a importância da avaliação no processo de ensino-aprendizagem, dando um enfoque às diretrizes do Enade; os conceitos e abordagens sobre linguagem e comunicação, bem como, as especialidades que são de natureza comunicativa, tais como: liderança, trabalho em equipe, relacionamento interpessoal e negociação. Assim sendo, adota-se como abordagem metodológica a pesquisa qualitativa, descritiva e exploratória. O lócus da pesquisa é a região do Vale do São Francisco, conhecida mundialmente pela força do agronegócio, principalmente pela fruticultura irrigada, sendo a região que mais exporta manga e uva no país. O corpus, por sua vez, é composto por arquivos de entrevistas semiestruturadas com contratantes de empresas de fruticultura do Vale do São Francisco; e também por questões das provas de administração do Enade nos anos de 2006, 2009, 2012 e 2015. A análise dos resultados aborda como os contratantes enxergam os cursos de administração da região; o que a prova do Enade tem cobrado no que diz respeito à competência comunicativa desses profissionais; quais as necessidades dos contratantes no que se refere à essa competência; e qual a relação entre o que o Enade tem cobrado e as necessidades do mercado. Por fim, conclui-se que, na visão dos contratantes, os cursos de administração não têm preparado os administradores para atuarem na região; há pouca preocupação em se medir a competência comunicativa do administrador, nas provas do Enade, havendo mais um distanciamento do que aproximação das necessidades dos contratantes; e faz-se relevante haver maior aproximação entre universidade e mercado de trabalho.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/19677
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Administração

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO - (2016-04-13) - ELIS MAGALHÃES SANTOS DE FREITAS.pdf1,38 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons