Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/19637
Título: Elementos químicos em invertebrados terrestres como indicadores de qualidade ambiental de áreas urbanas
Autor(es): SANTOS, Mariana Luiza de Oliveira
Palavras-chave: Biomonitoração; áreas urbanas; invertebrados terrestres; elementos químicos; Biomonitoring; urban areas; terrestrial invertebrates; chemical elements
Data do documento: 26-Fev-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Invertebrados terrestres podem ser empregados como biomonitores para a avaliação da qualidade ambiental de áreas urbanas devido à capacidade de absorver substâncias químicas do ambiente por meio da alimentação ou contato direto. Ainda são poucos os estudos realizados utilizando insetos como biomonitores, mesmo sendo bastante relevantes ao considerar seu papel ecológico e densidade populacional elevada. Este trabalho foi realizado com o intuito de utilizar invertebrados terrestres como biomonitores nas áreas urbanas Manguezal Memorial Arcoverde, Reserva da Mata do Frio e Campus Tecnológico do Nordeste, todas localizadas em Pernambuco. Para fins de monitoração de impactos ambientais, foram utilizados padrões de referência para estudos ambientais da classe Insecta obtidos no Refúgio Ecológico Charles Darwin, Igarassu, Pernambuco, unidade conservação com maior grau de conservação. A coleta dos invertebrados para realização do estudo foi executada utilizando-se armadilhas com iscas de mel, laranja, sardinha e carne putrefata a fim de atrair animais com diferentes hábitos alimentares. Após a coleta, os invertebrados foram lavados e em seguida, separados em nível de ordem para realização das análises químicas. A maior diversidade de ordens de invertebrados terrestres foi encontrada na Reserva da Mata do Frio, enquanto a ordem mais abundante coletada nas áreas urbanas estudadas foi Hymenoptera. Porções-teste de 0,1 g de massa seca foram analisadas por Espectrometria de Fluorescência de Raios-X por Dispersão de Energia (EDXRF), Espectrometria de Massas com Plasma Indutivamente Acoplado (ICP-MS) e Absorção Atômica por Forno de Grafite (GFAAS). A qualidade do procedimento analítico foi avaliada utilizando-se de porções-teste dos materiais de referência SRM 2976, SRM 8414, SRM 8415 e IAEA 336. As técnicas analíticas empregadas permitiram a determinação da concentração dos elementos químicos As, Cd, Cl, Co, Cr, Cu, Fe, K, Mo, P, Pb, S, Sb, Th, U e Zn nos invertebrados das áreas urbanas estudadas. O manguezal Parque Memorial Arcoverde apresentou maiores características de ambiente impactado, devido às elevadas concentrações de Cd, Co, Cu, Mo, S, Sb e Zn nos invertebrados analisados. Na Reserva da Mata do Frio, foram obtidas concentrações superiores dos elementos químicos Cl, Cu, K e Zn, enquanto que, no Campus Tecnológico do Nordeste, o elemento químico Cd se destacou por apresentar concentração superior a faixa esperada em amostras de Hymenoptera. Considerando a relativa facilidade de coleta e análise, diversos ecossistemas puderam ser avaliados convenientemente utilizando invertebrados terrestres.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/19637
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Tecnologias Energéticas e Nucleares

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertacao com as correcoes da banca-2.pdf7,58 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons