Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/19126
Título: O “novo sindicalismo” urbano em Pernambuco (1979-1984): entre mudanças e permanências
Autor(es): FERREIRA, Rafael Leite
Palavras-chave: Sindicalismo urbano; Trabalhadores; Greves; Strikes; Workers; Unionism
Data do documento: 28-Fev-2012
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Através da leitura da bibliografia referente ao “Novo sindicalismo” no Brasil, percebemos a ausência de “estudos regionais” e o enorme privilégio dado aos eventos ocorridos no eixo RJ-SP. A partir desta constatação, apresentamos este trabalho que tem como objetivo analisar o (res)surgimento do movimento sindical urbano, em Pernambuco, durante os anos finais do regime civil-militar (1979-1984), identificando, em seu processo de constituição, os elementos de mudanças e de permanências em relação às atividades sindicais anteriores. Nesta pesquisa, procuramos mostrar que a retomada do movimento grevista não foi exclusividade do eixo RJ-SP. No Estado de Pernambuco, por exemplo, foram deflagradas inúmeras greves em diversas categorias (médicos, professores, motoristas, eletricitários e metalúrgicos). Essas paralisações, ao enfrentarem o governo e/ou patrões, foram extremamente importantes para a luta dos trabalhadores pernambucanos nesses anos, pois, ao romperem o cerco montado pela ditadura, iniciaram uma profunda luta contra o arrocho salarial, pilar fundamental do projeto econômico conservador e autoritário do regime civil-militar.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/19126
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - História

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
2012-Dissertação-Rafael-Ferreira.pdf32,41 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons