Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1900
Título: Atividade abtitumoral de lectina de Cratylia mollis encapsulada em lipossomas
Autor(es): ANDRADE, César Augusto Souza de
Palavras-chave: Cratylia mollis; Atividade antitumoral; Lipossomas
Data do documento: 2003
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Augusto Souza de Andrade, César; Stela Santos Magalhães, Nereide. Atividade abtitumoral de lectina de Cratylia mollis encapsulada em lipossomas. 2003. Dissertação (Mestrado). Programa de Pós-Graduação em Bioquímica, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Resumo: O presente trabalho investiga o perfil de cinética de liberação in vitro e atividade antitumoral in vivo dos lipossomas contendo lectina de Cratylia mollis (Cra0. Os lipossomas foram preparados de acordo com o método de formação de filmes finos. Um estudo prévio foi realizado para avaliar o efeito das condições de preparação dos lipossomas na atividade hemaglutinante da Cra. A caracterização físico-química e estabilidade a longo-prazo de lipossomas contendo Cra foram também realizados. Os lipossomas selecionados foram compostos de fosfatidilcolina, colesterol e estearilamina na proporção molar de 7:2:1. Os ensaios da cinética in vitro da Cra encapsulada em lipossomas foram realizadas pela técnica de ultrafiltração-ultracentrifugação. A atividade antitumoral de Cra-lipossomas foi investigada contra o Sarcoma-180. Os animais foram tratados com lipossomas contendo Cra e as análises histipatológicas do tumor, fígado e rins foram avaliados após o tratamento. Os resultados demosntraram que lipossomas contendo Cra conseguiram uma taxa de encapsulação de 84% e uma inibição do tumor de 71%. A análise histopatológica revelou que a encapsulação da Cra em lipossomas protege o fígado e os rins do infiltrado linfocitário e reduz as áreas de necrose nos tumores tratados. A encapsulação da Cra-lectina em lipossomas é, portanto, oferecida como uma possibilidade para reduzir a toxicidade tecidual e aumentar a atividade antitumoral da proteína
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1900
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo4611_1.pdf5,06 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.