Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18920
Título: Migração vertical do microzooplâncton do Arquipélago de São Pedro e São Paulo
Autor(es): CORREIA, Érika Pinho
Palavras-chave: Ilhas tropicais; Atlântico tropical; Distribuição vertical; Copepoda; Zooplâncton; Tropical islands; Tropical Atlantic; Vertical distribution; Zooplankton
Data do documento: 2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A presente dissertação é composta por dois manuscritos. O primeiro foi elaborado com o intuito de responder ao objetivo principal da dissertação: caracterizar a migração vertical do microzooplâncton do Arquipélago de São Pedro e São Paulo (ASPSP). A partir das amostras analisadas, ainda foi possível obter um manuscrito adicional, registrando a primeira ocorrência de Aetideus australis para o Brasil e Aetideus giesbrechti para o ASPSP. Para isto, foram realizadas coletas diurnas e noturnas em três campanhas (C1: junho de 2010; C2: setembro de 2011; C3: outubro de 2011), em duas estações fixas, uma a leste (E1) e outra a oeste (E2) do ASPSP. Foram feitos arrastos verticais com rede de plâncton com sistema de fechamento tipo Nansen e malha com abertura de 64 μm, em cinco camadas pré-determinadas de 20 metros, até 100 m de profundidade (L1: 0-20 m, L2: 20-40 m, L3: 40-60 m, L4: 60-80 m e L5: 80-100 m). Adicionalmente, para caracterizar a estrutura termohalina, foram obtidos perfis com um CTD da superfície até 100 m; ainda, foram realizados perfis verticais através de sonda perfiladora SCAMP para obtenção de dados de clorofila-a em C1. Para obter os dados de clorofila-a em C2 e C3, foi coletada água com auxílio de uma garrafa de Niskin. Foi observado um pico subsuperficial deste parâmetro aproximadamente a 70 m de profundidade. A diversidade de espécies foi muito alta (3,60 ± 0,36 bits.ind-1 ), sendo identificados 102 taxa, considerando a menor unidade taxonômica possível de se identificar. Estes taxa estiveram representados por 9 Filos (Dinophyta, Ciliophora, Protozoa, Cnidaria, Annelida, Mollusca, Arthropoda, Chaetognatha, Chordata), com predomínio de organismos pertencentes ao protozooplâncton (dinoflagelados, foraminíferos, radiolários e tintinídeos) e à classe dos Copepoda (náuplios, juvenis e adultos). Copepoda destacou-se com cerca de 60 espécies, dentre as quais Aetideus australis e Aetideus giesbrechti foram registradas pela primeira vez para o Brasil e o ASPSP, respectivamente. Foi observada uma estratificação na coluna d’água em duas camadas (acima e abaixo da termoclina) diferentes significativamente uma da outra: superfície (L1, L2 e L3) e subsuperfície (L4 e L5). Os organismos puderam ser separados em três grupos: os que se distribuíram por toda coluna d’água (Dinoflagelados, Copepoda (Náuplio), Oithona spp., Oncaea spp.), os que ocorreram em águas superficiais (Clausocalanus furcatus, Farranula gracilis, Appendicularia) e os que parecem evitar águas acima da termoclina média (Ostracoda, Aetideus spp., Haloptilus spp.). Através do uso da WMD (Weighted Mean Depth), não foi identificado um padrão típico de migração vertical diária em nenhum taxa no presente estudo, fato já mencionado para organismos de classes de tamanho menores, sendo geralmente o padrão de migração vertical atribuído a organismos zooplanctônicos de classes de tamanho maior. Não foram observadas diferenças significativas entre os períodos diurno e noturno bem como não foi observada uma variação temporal nem a curto (C2 ≠ C3) nem a longo prazo (C1 ≠ C2 e C3). Deste modo, esta dissertação descreve, pela primeira vez, padrões de distribuição vertical dos principais taxa e constata a ausência de padrões de MVD em organismos microzooplanctônicos no ASPSP. Além disso, mostra a alta diversidade destes organismos neste ambiente oceânico tropical, destacando a necessidade do desenvolvimento de mais estudos envolvendo a estrutura básica desta comunidade.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18920
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Oceanografia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Correia, 2014. Migração vertical do microzooplâncton do Arqu.pdf807,43 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons