Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1885
Título: Produção de lectina em culturas de tecidos de Bauhinia monandra (calos, raízes convencionais e transformadas por Agrobacterium rhizogenes) ; avaliação de extratos das folhas da planta como fonte de compostos antioxidantes e hipoglicemiantes
Autor(es): ARGÔLO, Adriana Carla Cavalcante Malta
Palavras-chave: Proteínas; Lectinas
Data do documento: 2003
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Carla Cavalcante Malta Argôlo, Adriana; Cassandra Breitenbach Barroso Coelho, Luana. Produção de lectina em culturas de tecidos de Bauhinia monandra (calos, raízes convencionais e transformadas por Agrobacterium rhizogenes) ; avaliação de extratos das folhas da planta como fonte de compostos antioxidantes e hipoglicemiantes. 2003. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Resumo: Lectinas, proteínas que reconhecem específica e reversivelmente carboidratos, podem ser purificadas por cromatografia de afinidade. O gênero Bauhinia (Fabaceae) inclui espécies nativas ou introduzidas usadas no tratamento de diabetes. Uma lectina específica à galactose foi previamente purificada de folhas de B. monandra (BmoLL) e disponível em quantidades de miligramas; IgG anti BmoLL de coelho estava também disponível, como tal e conjugada à peroxidase. O trabalho teve por objetivo produzir lectinas em diferentes culturas de tecidos de B. monandra (calos, raízes convencionais e transformadas por Agrobacterium rhizogenes), imunodetectar lectina nas diferentes preparações de B. monandra através de técnicas de imunodifusão e transferência eletroforética, assim como avaliar extratos das folhas da planta como fonte de compostos antioxidantes e hipoglicemiantes. Culturas foram obtidas de sementes de B. monandra; extratos (10 %, p/v) e preparações F 0-60% foram realizadas com tampão citrato-fosfato 10 mM, pH 6.5. Atividade hemaglutinante foi detectada na F 0-60% das culturas de tecidos quando testadas com eritrócitos de coelho e humanos do grupo sanguíneo AB. Imunodifusão com anti-BmoLL IgG revelou linhas de precipitação em todas as culturas. A eletroforese em gel de poliacrilamida da F 0-60% das culturas de tecidos apresentou padrão de bandas de massa molecular similar a BmoLL. Polipeptídeos de diferentes preparações de B. monandra interagiram com anti-BmoLL IgG. Folhas de B. monandra contêm no mínimo três diferentes compostos com atividade antioxidante. O efeito agudo de extrato etanólico (E) de folhas de B. monandra foi investigado sobre os níveis de glicose e insulina em ratos Wistar submetidos a mánutrição intra-uterina (ME) e em seus respectivos controles (CE) comparando com animais tratados com veículo (V), os grupos CV e MV. A administração aguda do E reduziu o nível de glicose, mas não variou a secreção de insulina em ratos controles. A capacidade dos ratos submetidos à má-nutrição intra-uterina de secretar insulina parece ter sido restaurada; a hipoglicemia induzida pelo E foi devido à secreção de insulina
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1885
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Ciências Biológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5064_1.pdf855,55 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.