Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18826
Título: Revisão do gênero Neogonodactylus Manning, 1995 e análise filogenética da superfamília Gonodactyloidea Giesbrecht, 1910 (Crustacea: Stomatopoda)
Autor(es): ALBUQUERQUE, Débora Lucatelli de
Palavras-chave: Oceanography; Cadistic Analysis; Monophyletic; Gonodactylidae; Diversity; Oceanografia; Análise cladística; Monofilia; Diversidade
Data do documento: Fev-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Gonodactyloidea é considerada a segunda maior superfamília de Stomatopoda em número de espécies. A complexidade morfológica e a grande representatividade de exemplares, principalmente do gênero Neogonodactylus, em águas brasileiras, chamou a atenção para importância de estudar este grupo. Este gênero possui distribuição anfi-americana e é registrado em ambos os hemisférios. A monofilia da superfamília, família e gênero ainda não havia sido comprovada, o que gerou o interesse e necessidade de reavaliar o grupo. Portanto, o presente trabalho teve como objetivo testar a monofilia da superfamília, bem como da família Gonodactylidae, com enfoque principal no gênero Neogonodactylus, que foi analisado quanto à sua taxonomia, sistemática e filogenia. O material utilizado proveio principalmente das coleções carcinológicas do Museu de Oceanografia Petrônio Alves Coelho (Brasil) e National Museum of Natural History (EUA), abrangendo mais de mil exemplares de 38 espécies. O presente trabalho foi realizado a partir da construção de duas matrizes de caracteres geradas no programa DELTA 1.0-RC4, uma para avaliação da superfamília e família, contendo dezoito taxa e 59 caracteres; e outra para análise de Neogonodactylus, incluindo suas 22 espécies mais uma de Gonodactylus como grupo externo com 54 caracteres. As análises filogenéticas foram geradas com base nessas matrizes, através do programa PAUP 4.0, pelo método de busca heurística, com 1000 réplicas, onde os caracteres não foram pesados nem ordenados. Os índices de Bremer e Bootstrap foram utilizados para avaliar a consistência dos ramos. Apesar dos índices filogenéticos não apresentarem valores altos, a monofilia da superfamília Gonodactyloidea surge com a retirada de Alainosquillidae da mesma. Esta era a única família a possuir espécies do grupo funcional spearers, porém a posição desta família não ficou clara na presente análise. Desta forma, o presente trabalho traz uma proposta de monofilia tanto de Gonodactyloidea, quanto de Gonodactylidae. Pela primeira vez foi realizada a filogenia do gênero Neogonodactylus englobando todas as espécies existentes, desta forma o gênero começa a ser mais bem compreendido. Redescrições, desenhos e chave de identificação para o gênero Neogonodactylus foram confeccionados. Variações e informações adicionais também foram analisadas e fornecidas para cada espécie. Assim o presente trabalho contribuiu de forma inédita para a melhor compreensão de Gonodactyloidea, da família Gonodactylidae e de Neogonodactylus.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18826
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Oceanografia



Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons