Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18724
Title: As temporalidades de fluxo no terminal do cais de Santa Rita a partir dos seus usuários e das articulações estabelecidas na rede de transportes da região metropolitana do Recife
Authors: COSTA, Yohanne Aguiar
Keywords: Deslocamento pendular;Terminal do Cais de Santa Rita;Transporte coletivo;Madrugada;pendulum displacement;Cais de Santa Rita’s Terminal;Public transportation;Dawn
Issue Date: 29-Apr-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: No capitalismo a distribuição espacial das atividades econômicas - e postos de trabalho - ocorre de forma heterogênea. Concomitantemente a distribuição da população sobre o espaço ocorre da mesma forma. Nem sempre o local de moradia e o local de trabalho coincidem de se localizarem dentro de uma mesma área político-administrativa. Essa heterogeneidade contribui para que ocorra o deslocamento pendular – deslocamento que ultrapassa os limites políticoadministrativos das cidades com a finalidade de trabalho/estudo - , onde os fluxos gerados são em grande parte realizados pelos transportes coletivos. Esses deslocamentos acontecem durante todo o dia, já que com o desenvolvimento tecnológico pode-se ampliar o tempo útil para produção, acarretando na oferta de postos de trabalhos em distintos horários, incluindo na noite/madrugada. É nesse contexto que essa dissertação discorre sobre os deslocamentos pendulares realizados dentro da RMR, tendo como infraestrutura a ser analisada o Terminal do Cais de Santa Rita, posto que é a partir desse que o transporte coletivo da RMR funciona na madrugada, possibilitando o deslocamento de pessoas pelo transporte coletivo nesse recorte temporal. Tem-se a madrugada como importante recorte temporal a ser analisado, posto que o mesmo é negligenciado pelas agendas de pesquisas e por configurar-se como o período em que os trabalhadores noturnos deslocam-se sobre o solo metropolitano. Com isso, a dissertação teve como objetivo analisar as temporalidades de fluxo no Terminal do Cais de Santa Rita a partir dos seus usuários e das articulações estabelecidas na rede de transportes durante a madrugada bem como as dinâmicas sociais desencadeadas pelo terminal. Assim, a partir das análises de entrevistas/questionários realizados no objeto de estudo revelou-se que o mesmo é uma infraestrutura com funcionamento diverso e importante dentro da RMR, devido à sua importância para a rede de transportes na madrugada.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18724
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO_YOHANNE COSTA_ PÓS BANCA VERSÃO DIGITAL.pdf6.65 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons