Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18704
Título: Obtenção de sistema microparticulado benznidazol: ZIF-8 para liberação prolongada otimizando o tratamento da doença de Chagas
Autor(es): ALVES, Alinne Élida Gonçalves
Palavras-chave: Doença de Chagas. Tripanossomicidas. Compostos Organometálicos. Dissolução.; Chagas Disease. Trypanocidal Agents. Organometallic Compounds. Dissolution.
Data do documento: 24-Fev-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O benznidazol (BNZ) é um derivado de 2-nitroimidazol com largo espectro de atividade farmacológica antiparasitária. Um dos grandes problemas deste fármaco são as grandes doses administradas, tratamentos prolongados, bem como a alta incidência de reações adversas, o que, provavelmente, estão relacionados com a sua baixa solubilidade. Parte destes problemas pode ser reduzidos com associação do fármaco a uma estrutura que aumente a sua solubilidade e modifique a liberação do mesmo, modulando-a e prolongando a sua dissolução. Assim, esse trabalho objetivou obter e caracterizar sistemas microparticulados do BNZ a uma estrutura organometálica - Metal Organic Framework (MOF) chamada Zeolitic Imidazolate Framework (ZIF-8), a fim deser utilizada nos estudos de pré-formulação de forma farmacêutica de liberação prolongada para o tratamento alternativo da doença de Chagas. Os sistemas foram obtidos após agitação do fármaco e da ZIF-8 em diferentes solventes (água e acetona) para que fosse escolhido o melhor método, seguindo a obtenção com a secagem. Quanto às caracterizações, estas foram realizadas através de diferentes técnicas analíticas (espectroscopia de absorção na região do ultravioleta-visível, análise térmica, espectroscopia de absorção na região do infravermelho com transformada de Fourier, difratometria de raios-x, microscopia eletrônica de varredura, microscopia de luz polarizada, tamanho de partícula por granulometria à laser, análise de área superficial e tamanho e volume de poros) para garantir a obtenção do sistema, prosseguindo com os ensaios de dissolução que evidenciaram o comportamento de liberação do BNZ em diferentes pH’s quando associado aos materiais organometálicos. Os perfis de dissolução foram analisados através da área sob a curva (AUC), eficiência de dissolução (ED%) e ajuste de seus resultados quanto aos modelos cinéticos. Por meio dos métodos desenvolvidos o escolhido para obtenção foi o realizado com a acetona como solvente, onde foi possível conseguir um valor de 38% de incorporação do fármaco à ZIF-8. Através das análises térmicas, ficou comprovada a obtenção do sistema, indicando que o mesmo também pode influenciar positivamente a estabilidade térmica do fármaco. Já os espectros de FT-IR, difratogramas de DR-X e demais análises realizadas corroboraram os resultados, confirmando a formação do sistema microparticulado BNZ:ZIF-8. Com o estudo de dissolução, verificou-se que houve modulação da liberação do fármaco de acordo com o pH utilizado, onde em pH 4,5 o sistema liberou uma grande quantidade de fármaco em um curto intervalo de tempo, atingindo 80% de liberação em 2h, já em pH 7,6 houve uma liberação gradual atingindo essa mesma porcentagem em 7h, além dessa modulação o sistema apresentou incremento de solubilidade quando comparado ao BNZ isolado. O presente trabalho trouxe informações relevantes para o desenvolvimento de formas farmacêuticas de liberação prolongada que utilize o BNZ como insumo farmacêutico ativo.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18704
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciências Farmacêuticas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação-Final (5).pdf1,51 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons