Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18688
Title: Clima urbano e dengue em Recife: influência climática sobre a formação das epidemias
Authors: FERREIRA, Henrique dos Santos
Keywords: Geografia; Climatologia Urbana; Ilha de calor urbana; Arboviroses; Epidemiologia; Geography; Urban climatology; Urban heat island; Arboviruses; Epidemiology
Issue Date: 29-Feb-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: O planejamento urbano atrelado às perspectivas de desenvolvimento sustentável podem minimizar os riscos socioambientais urbanos que se consolidaram na maioria das grandes cidades brasileiras, dentre eles, os ricos à saúde. As repercussões locais das alterações climáticas observadas na atualidade têm provocado mudanças nos padrões dos elementos atmosféricos, potencializando ainda mais os riscos à saúde, especialmente a expansão e a persistência de surtos epidêmicos de arboviroses como a dengue. O objetivo deste trabalho foi analisar a relação entre a dinâmica do clima urbano e a ocorrência de surtos e formação de epidemias de dengue na cidade do Recife – PE. Foram analisadas as características do clima urbano do Recife – variáveis atmosféricas – temperaturas e umidade relativa do ar, as influencias dos elementos atmosféricos sobre a formação das epidemias e o padrão de distribuição espacial das notificações em relação à indicadores socioeconômicos e físicoambientais. Conforme resultados encontrados verificou-se que os surtos epidêmicos mais expressivos na cidade estão relacionados com as ocorrências de precipitações no primeiro semestre do ano, especialmente durante a quadra chuvosa, sendo possível a identificação de bairros mais e menos suscetíveis aos surtos da doença em períodos com condições atmosféricas favoráveis a reprodução e proliferação do mosquito vetor da dengue. As áreas de morros das zonas norte e sul apresentaram maior problemática em relação a situação da dengue no município, com persistência importante de surtos epidêmicos. A ligação entre os surtos de dengue e as condições climáticas locais, faz das condições atmosféricas um fator digno de vigilância e monitorização como parte das estratégias de combate e controle das epidemias de dengue na cidade.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18688
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Geografia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
FERREIRA, H. S._Dissertação_FINAL.pdf9.03 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons