Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1844
Título: Desenvolvimento de sistemas enzimáticos (Lipase) para aplicação na hidrólise e síntese de ésteres
Autor(es): Maria Bruno, Laura
Palavras-chave: nylon; Sol-gel; Esterificação; Imobilização; Mucor miehei; Lipase
Data do documento: 2003
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Citação: Maria Bruno, Laura; Henrique Magalhães Melo, Eduardo. Desenvolvimento de sistemas enzimáticos (Lipase) para aplicação na hidrólise e síntese de ésteres. 2003. Tese (Doutorado). Programa de Pós-Graduação em Ciências Biológicas, Universidade Federal de Pernambuco, Recife, 2003.
Resumo: Lipase comercial de Mucor miehei foi imobilizada em diferentes suportes, nylon, nylon-álcool polivinílico (nylon-PVA) e partículas de polisiloxano-álcool polivinílico magnetizadas (POS-PVA) e testados em relação à atividade hidrolítica. O sistema imobilizado que apresentou maior estabilidade operacional, no caso, lipase-POS-PVA foi caracterizado em relação aos parâmetros Km e Vmax aparentes, temperatura ótima e pH ótimo, usando ρ- nitrofenil palmitato como substrato. A lipase imobilizada em POS-PVA apresentou um Km aparente de 228,3μM e Vmax aparente de 36,06μmol.min-1 por miligrama de proteína, a 30oC e pH 8,0. A temperatura ótima e o pH ótimo foram respectivamente 45oC e pH = 8,0. Houve uma retenção de 69,1% de atividade após a imobilização, que permitiu o uso da enzima por um total de sete ensaios. Lipase-POS-PVA também foi empregada na síntese de ésteres. Os efeitos da razão molar ácido/álcool, da concentração de enzima imobilizada, do tamanho da cadeia carbônica dos reagentes e da estrutura do álcool sobre a formação de produto foram determinados. A síntese de butirato de butila foi maximizada para substratos contendo ácido orgânico em excesso e uma concentração de biocatalisador de 25mg/mL. A seletividade do biocatalisador em relação ao tamanho da cadeia carbônica foi diferente considerando ácidos orgânicos e álcoois. A maior concentração de produto foi obtida com ácidos orgânicos com oito e dez carbonos, enquanto que o aumento no tamanho da cadeia carbônica do álcool, de quatro para oito carbonos, provocou uma redução na síntese. O maior rendimento foi determinado para a síntese de caprilato de butila (12 carbonos). A síntese também foi influenciada pela estrutura do álcool, com a atividade máxima ocorrendo para álcool primário
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/1844
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Ciências Biológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
arquivo5049_1.pdf463,14 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.