Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18414
Título: Uma estratégia incremental para implantação de gestão ágil de projeto sem organizações de desenvolvimento de software que buscam aderência ao CMMI
Autor(es): SOARES, Felipe Santana Furtado
Palavras-chave: Gestão de Projeto. Método Ágil. Modelo de Maturidade. CMMI. APM. Estratégia; Project Management. Agile Method. Maturity Model. CMMI. APM. Strategy
Data do documento: 12-Mai-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A transição dos métodos tradicionais para os métodos ágeis de gerenciamento de projeto e as mudanças necessárias para a obtenção de seus reais benefícios são difíceis de alcançar. A mudança afeta não apenas o time envolvido com a gestão e o desenvolvimento de software, mas também diversas áreas da organização e, principalmente, exige uma mudança cultural. Aplicar métodos ágeis com aderênciaaos modelos de maturidade, como o Capability Maturity Model Integration (CMMI) ou Organizational Project Management Maturity Model (OPM3), tem sido o foco de discussão no meio acadêmico e no ambiente da indústria de software. As duas abordagens, aparentemente, têm alguns princípios fundamentais e bases diferentes, mas, por outro lado, adotá-las em conjunto é cada vez mais uma realidade para as organizações que desejam produzir software com maior qualidade e acelerando o tempo de desenvolvimento. No entanto, a pressa para chegar a níveis de maturidade, dentro de prazos que são cada vez mais curtos, pode resultar em programas de melhoria com objetivos únicos de adesão a tais modelos, e, muitas vezes, reflete na realização de atividades desnecessárias e geração de documentação excessiva. Neste contexto, os métodos ágeis são mais atraentes, pois são mais leves e aparentemente oferecem um desenvolvimento mais rápido com um custo mais baixo. Assim, processos, modelos e frameworks que resultem em maturidade de processos baseados em princípios ágeis têm sido alvo comum entre as empresas de software. Considerando o alto índice de falha na adoção de agilidade, este trabalho busca responder como é possível definir práticas de gestão de projetos aderentes ao CMMI, utilizando uma estratégia ágil em organizações de desenvolvimento de software de forma gradativa e disciplinada. Neste cenário, o presente trabalho propõe uma estratégia incremental baseada no modelo de maturidade CMMI, fazendo uso das melhores práticas da Agile Project Management (APM) e dos principais Métodos Ágeis: Scrum, Feature Driven Development (FDD), Lean, Kanban, Crystal, Extreme Programming (XP). O método utilizado para avaliação da pesquisa foi baseado em dois grupos focais e um survey com grupos de especialistas da academia e da indústria. Cada grupo com suas especialidades sugeriu mudanças na estratégia ao longo de sua construção e confirmou a sua completude, clareza, e adequação de uso para a realidade da indústria, mostrando ser viável a sua utilização para gestão ágil de projetos em conjunto com o CMMI.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18414
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Ciência da Computação

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
UFPE-Tese-FelipeFurtado-2015.pdf5,07 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons