Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18406
Title: As Ferrovias como Patrimônio Cultural Mundial: Os Estados-partes, a UNESCO e o Valor Universal Excepcional
Authors: LINS, Ana Paula Mota De Bitencourt Da Costa
Keywords: Valor. Valor Universal Excepcional. Teoria dos Valores. Teoria da Conservação. Patrimônio Ferroviário. Patrimônio Cultural. Patrimônio Mundial. UNESCO.; Value. Outstanding Universal Value. Theory of Values. Conservation Theory. Railway Heritage. Cultural Heritage. World Heritage. UNESCO.
Issue Date: 14-Sep-2015
Publisher: Universidade Federal do Pernambuco
Abstract: Esta tese intitulada como “As ferrovias como Patrimônio Cultural Mundial: Os Estados-parte, a UNESCO e o Valor Universal Excepcional” apresenta como principal objetivo investigar a atribuição do valor universal excepcional “outstanding universal value” (OUV) às ferrovias inscritas na Lista do Patrimônio Mundial, através da análise destinada a identificar os critérios e requisitos necessários para o seu reconhecimento. Assim sendo, apresenta-se dividida em 03 etapas: a primeira corresponde ao eixo teórico da pesquisa, onde são abordados o entendimento do patrimônio ferroviário e do valor universal excepcional. Para tanto, são apresentados, em um primeiro momento, um panorama geral sobre as ferrovias, as discussões sobre a preservação do patrimônio ferroviário no contexto mundial, e a percepção do patrimônio ferroviário no âmbito da UNESCO. A seguinte abordagem teórica centra-se na compreensão do valor à luz da Teoria dos Valores (Axiologia dos Valores) e da Teoria da Conservação. O segundo eixo da pesquisa refere-se aos aspectos metodológicos adotados para a investigação da atribuição do valor universal excepcional às ferrovias mundiais. Desta forma, são selecionados 03 (três) estudos de caso, para a consecução do objetivo central desta tese: a ferrovia Semmering, na Áustria; a Ferrovia Darjeeling, na Índia; e a Ferrovia Rhaetian, que corta os países da Suíça e Itália. O método selecionado para a análise das aludidas ferrovias é a Análise de Contéudo, de Bardin, aplicado no corpus documental, composto pelos Documentos de Avaliação do Corpo Consultivo de cada ferrovia analisada. A tese utiliza como premissa de que a partir da identificação dos atributos das ferrovias é possível interpretar os valores que, de forma inter-relacionada, conformam a categoria do valor universal excepcional das ferrovias mundiais. Desta forma, a partir da análise realizada em cada uma das ferrovias selecionadas, foi possível inferir que o seu valor universal excepcional é composto por uma pluralidade de valores dinâmicos e interdependentes, que se relacionam de forma a ressaltar uma ordem e uma hierarquia, onde os valores de maior destaque são o que mais importam preservar, por justificarem o reconhecimento das ferrovias como patrimônio cultural mundial.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18406
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Desenvolvimento Urbano

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_Ana Paula Lins (14.10.16).pdf3.87 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons