Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18389
Título: A Conformação da Política Brasileira de Defesa para as Fronteiras: Interação entre governo e agências
Autor(es): GARCIA, Stephanie Queiroz
Palavras-chave: Fronteira. Crime transnacional. Política de segurança e defesa.;Border. Transnational crime. Security and Defense Policy.
Data do documento: 24-Fev-2014
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: As fronteiras brasileiras historicamente têm sido regiões de alta relevância, palco de disputas e conquistas, além de possuírem papel importante na história da diplomacia que delineou os contornos do país. Entretanto, devido ao processo de globalização que se intensificou nos últimos anos, as fronteiras tornaram-se região estratégica para a atuação criminosa internacional. Os chamados crimes transnacionais constituem as vulnerabilidades existentes na faixa de fronteira. O narcotráfico, o tráfico ilegal de armas, o contrabando e outras ilicitudes geram reflexos negativos na esfera doméstica e na internacional. A multiplicidade de eventos nesta região chave demanda então uma abordagem diferenciada da questão. A cooperação interagência apresenta-se como uma solução interessante para tais vulnerabilidades. O presente trabalho busca compreender a construção da política brasileira de segurança e defesa das fronteiras via cooperação interagência.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18389
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciência Política



Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons