Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18363
Title: Developing programming skills on digital native children through the interaction with smart devices
Authors: ROCHA, José Rafael Moraes Garcia da
Keywords: Programmings kills;Computational thinking;Digital native children;Smart devices  ;Habilidades de programação;Pensamento computacional;Crianças nativas digitais;Dispositivos móveis
Issue Date: 15-Jan-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Nos dias de hoje o pensamento computacional é uma das habilidades mais importantes que uma pessoa deve desenvolver para se preparar melhor pro futuro próximo. Em poucos anos essa habilidade será tão importante como ler e escrever, pessoas precisarão aprender a programar e resolver problemas com pensamento computacional desde cedo. Estudos que tentam estimular a introdução dessas habilidades para crianças são feitos desde 1967 quando o Institudo de Tecnologia de Massachusetts criou a primeira linguagem para esse público chamada LOGO. Embora os estudos na area de desenvolvimento do pensamento computacional em crianças tenha começado a mais de seis décadas atrás, a importância de ensinar programação em escolas não é amplamente difundida, em lugares como Brasil, essa habilidade está começando a ser introduzida a crianças com mais de 10 anos de idade. Por outro lado, nos Estados Unidos e em alguns países europeus diversas abordagens vem sendo usadas para introduzir esses conceitos para crianças de 4 a 12 anos de idade, normalmente são criados brinquedos e jogos que podem ajudar a desenvolver tais conceitos. Infelizmente a maioria dessas abordagens são focadas em crianças alfabetizadas, poucas não requerem a habilidade de leitura, limitando a idade mínima a 6 anos de idade. Esse trabalho argumenta que crianças muito novas não somente são capazes de desenvolver algoritimos e iniciar o desenvolvimento de habilidades do pensamento computacional, como essa prática será bastante proveitosa para o futuro deles. É apresentada uma pesquisa envolvendo 9 crianças com idade entre 4 e 6 anos, onde as crianças selecionadas jogam um jogo desenvolvido especialmente para este trabalho, e a performance deles foi capaz de produzir dados que foram analisados para testar a hipótese principal que é " Crianças muito novas podem desenvolver pensamento algoritimico jogando jogos de programação ", adicionalmente, enquanto a literatura foi revisada, problemas relacionados aos efeitos de permitir crianças a usar dispositivos móveis e internet sem a supervisão dos responsáveis foram identificados, para defender o uso desse tipo de tecnologia na educação de crianças as possíveis causas e meios de evitar esses problemas foram levantados, os resultados desse trabalho são encorajadores, todas as crianças envolvidas foram aptas a jogar o jogo desenvolvido com uma boa performance.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18363
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Ciência da Computação

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_JRMGR (2).pdf5.58 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons