Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18335
Título: Hidrocarbonetos no sedimento superficial do sistema estuarino do Rio Formoso, nordeste do Brasil
Autor(es): CRAVEIRO, Nykon
Palavras-chave: hidrocarboneto alifático; hidrocarboneto aromático; HPA; n-alcano; sedimento; sistema estuarino do Rio Formoso; aliphatic and aromatic hydrocarbons; PAHs; n-alkenes; sediment; estuarine system of Formoso River
Data do documento: 14-Jul-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: A contaminação por hidrocarbonetos (HCs) do petróleo em regiões costeiras marinhas, como os estuários, é considerada uma das mais importantes e impactantes, devido aos danos que esses elementos podem ocasionar aos organismos e ao homem. O objetivo do presente estudo foi investigas, pela primeira vez, os hidrocarbonetos nos sedimentos superficiais do sistema estuarino do Rio Formoso (SERF), litoral Sul do estado de Pernambuco – Brasil. Os compostos de hidrocarbonetos alifáticos (HAs) foram determinados em cromatógrafo a gás (GC) Agilent Tecnologies 7820A, acoplado a um detector de ionização de chamas (DIC) e os compostos de hidrocarbonetos policíclicos aromáticos (HPAs) foram determinados no mesmo cromatógrafo, porém acoplado a um espectrômetro de massas 5975 (MS) em modo de monitoramento de íons selecionados (SIM). A concentração de alifáticos totais (∑Alif) nos sedimentos do SERF variou entre 1,37 e 126,64 μg g-1 peso seco (ps), com as concentrações de n-alcanos totais (Σn-Alc) entre 0,51 e 27,5 μg g-1 ps, oriundos principalmente de fontes biogênicas, como vegetais superiores. A concentração de HPAs (Σ16HPAs) variou entre 3,80 e 500,3 ng g-1 ps, provenientes de fontes petrogências e pirogênicas As concentrações de hidrocarbonetos alifáticos e aromáticos detectados nos sedimentos do sistema estuarino do Rio Formoso foram consideradas baixas, quando comparadas com outras áreas estudadas ao redor do mundo e aos índices propostos por estudos e agências reguladoras nacionais e internacionais, sugerindo um ambiente com pouco impacto sobre a biota. Contudo, a presença de compostos como HPAs é um indicativo de ação antrópica sobre o sistema, sendo importante a implantação e manutenção de um programa de monitoramento na área, quanto aos hidrocarbonetos, para avaliar os possíveis impactos que a presença desses compostos possam ocasionar sobre o SERF e garantir a conservação continuada de um estuário de tamanha importância ecológica, econômica e social.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18335
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Oceanografia

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTACAO-NYKON_CRAVEIRO_BIBLIOTECA-COMPLETA_SemAssinaturas.pdf1,98 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons