Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18288
Title: Esponja do biopolímero de cana-de-açúcar no tratamento de trauma renal extenso induzido em coelhos
Authors: TAVARES, Leandro Henrique de Mesquita
Keywords: Trauma renal;Hemostasia cirúrgica;Implantes absorvíveis;Materiais biocompatíveis;Biopolímero da cana-de-açúcar;Renal trauma;Surgical hemostasis;Absorbable implants;Biocompatible materials;Biopolymer of cane sugar
Issue Date: 22-Aug-2012
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Introdução: A reconstrução do parênquima renal requer, em algumas situações, uma técnica cirúrgica mais complexa e delicada. O trauma renal de alto grau e as nefrectomias parciais para remoção de tumores malignos induzem a uma reconstrução renal de difícil execução e possuem um potencial elevado para causar perda completa do órgão. A utilização de substâncias auxiliares na reconstrução renal, tais como: selantes biológicos e hemostáticos têm fundamental importância para a sua preservação. OBJETIVO: Avaliar o efeito hemostático e selante da esponja do biopolímero da cana-de-açúcar em trauma renal de alto grau induzido em coelhos. MÉTODOS: Foi realizado um estudo experimental, prospectivo e pareado, com vinte e quatro unidades renais de doze coelhos da linhagem California. Após indução de trauma renal bilateral e de alto grau (lesão da via coletora), utilizamos, para a reconstrução e hemostasia do parênquima renal direito, a esponja do biopolímero da cana-de-açúcar, e à esquerda, foi utilizada a esponja de Surgifoam®. Nos dois lados, foi realizada uma sutura com fio de poliglactina 4/0 sobre as esponjas. Desta forma, cada coelho se tornou controle de si mesmo. Durante o procedimento cirúrgico, foram avaliados: o tempo cirúrgico total, o tempo para hemostasia e o grau de perda sanguínea. Os animais foram sacrificados após quatro semanas, sendo os rins retirados e encaminhados para a análise histológica. Foi avaliada a presença de fístulas, urinoma, hematomas e aderências aos órgãos adjacentes no momento da nefrectomia. A análise histológica observou o grau de inflamação e fibrose, assim como presença de necrose. RESULTADOS: Em relação ao tamanho dos rins, não houve diferença estatística entre os grupos (p=0,058), o que configura uma homogeneidade entre eles. Da mesma forma, o tempo para hemostasia foi similar (p=0,195) e a perda sanguínea (p=0,480). Por outro lado, foi notada uma maior incidência de aderências aos órgãos adjacentes no grupo do BCPA, assim como, uma maior intensidade da resposta inflamatória a corpo estranho (p=0,004). Todavia, sem influência nos resultados finais. Não foi evidenciada a ocorrência de hemorragia maciça, formação de hematomas, abscessos, fístulas ou cálculos em nenhuma das unidades renais. A presença de fibrose e necrose foi semelhante nos dois grupos do ponto de vista estatístico (p=0,500 e 0,414, respectivamente). CONCLUSÃO: A esponja do biopolímero da cana-de-açúcar demonstrou eficácia em relação ao controle hemostático e selante sobre o parênquima renal de coelhos, sem causar complicações importantes. Futuros estudos podem direcionar seu uso rotineiro na prática urológica.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18288
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Cirurgia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
05 LEANDRO.pdf1.53 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons