Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18261
Título: Hábitos alimentares e estado nutricional dos policiais militares da cavalaria da região metropolitana do município de Recife, Pernambuco
Autor(es): SEDICÍAS, Lídia Mirella dos Santos
Palavras-chave: Nutrição; Estado nutricional – Policiais Militares – Recife, PE; Hábitos alimentares - Policiais Militares – Recife, PE
Data do documento: 19-Jul-2016
Citação: SEDICÍAS, L. M. S.
Resumo: Introdução: Os hábitos alimentares da sociedade contemporânea vêm se modificando ao longo dos anos o qual é percebido um aumento no consumo de alimentos com baixo teor de fibras e aumento do consumo de alimentos gordurosos, açucarados e de rápido preparo, consequentemente, com altos teores de sódio e outros produtos nocivos à saúde agravando a situação fisiológica da população em estudo. Objetivo: Verificar os hábitos alimentares e o estado nutricional dos Policiais Militares da Cavalaria da Região Metropolitana do Município de Recife. Metodologia: A pesquisa foi do tipo descritivo, com corte transversal e de abordagem quantitativa. A coleta dos dados foi realizada com 57 policiais militares, onde foi utilizado um formulário contendo informações das seguintes variáveis: dados socioeconômicos, características clínicas, atividade física, dados antropométricos e o questionário de Hábitos Alimentares. Foi avaliado o estado nutricional conforme as faixas de classificação do Índice de Massa Corporal (IMC) para adultos, segundo os parâmetros propostos pela Organização Mundial de Saúde. Os dados foram tabulados pelo pacote estatístico ACTION, 2014. Para análise de associação entre as demais variáveis, foi utilizado o teste de χ2 (Qui-Quadrado). Resultado: A maioria dos policiais era do sexo masculino, casados, com ensino médio completo e com graduação na polícia. Observa-se que a maioria dos PMs residem em casa própria, apresentam atividade física moderada. Na distribuição da frequência alimentar a grande maioria apresentou um baixo consumo de alimentos nutricionalmente adequados. Observa-se, ainda, que as variáveis Circunferência da Cintura e problemas de saúde teve contribuição direta no estado nutricional dos PMs. Conclusão Verificando os hábitos alimentares e o estado nutricional dos Policiais Militares da Cavalaria da Região Metropolitana do Município de Recife por meio presente estudo o estado nutricional e hábitos alimentares estão inadequados entre os PMs de Recife, PÉ, pode-se concluir que a possível prevalência de alterações no estado nutricional entre os homens, os indivíduos com maior tempo na polícia e os fisicamente inativos.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18261
Aparece na(s) coleção(ções):TCC - Nutrição

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SEDICIAS, Lidia Mirella dos Santos.pdf2,18 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons