Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18237
Título: Condições de vida e estado nutricional de mulheres em idade fértil usuárias da estratégia saúde da família da cidade de Vitória de Santo Antão - PE
Autor(es): ALMEIDA, Samanta Siqueira de
Data do documento: 23-Jan-2014
Resumo: Desde a década de 80, o Brasil demonstra atravessar uma transição nutricional, situação epidemiológica, onde o problema da desnutrição vem sendo substituído pelo problema da obesidade. Estudos que descrevem a evolução do estado nutricional da população brasileira destacam que o excesso de peso e obesidade seria mais prevalente na população feminina sendo a prevalência conjunta de sobrepeso/obesidade de 4 a 10 vezes superior à ocorrência de baixo peso. O presente estudo teve como objetivo analisar as condições de vida e o estado nutricional de mulheres em idade fértil usuárias da Estratégia Saúde da Família da cidade de Vitória de Santo Antão. O desenho deste estudo foi do tipo transversal. As informações foram obtidas através de entrevistas com as mulheres utilizando-se questionário pré-codificados. Foi realizada a avaliação do estado nutricional de 200 mulheres em idade fértil na cidade de Vitória de Santo Antão - PE, identificadas por meio do Cadastro Local de Famílias, encontrados nas Unidades Básicas de Saúde (UBS) e pela busca ativa nos domicílios. Dos resultados obtidos foi observado que a maioria das mulheres viva em condições precárias de vida e baixas condições socioeconômicas. Com relação ao estado nutricional foi verificado a partir do IMC que 47,0% das mulheres encontravam-se com excesso de peso, 48% peso adequado e 5% déficit de peso. Para a CC foi encontrado 46,0% sem risco, 24,0% risco e 30% risco elevado e para a RCQ 59,5% sem risco e 40,5% risco elevado. Para os três índices antropométricos foram encontradas associações significativas com as variáveis idade, paridade, e inscrição no Programa Bolsa Família. Conclui-se ao final deste estudo que se faz necessária a devida atenção da área da saúde e do governo às mulheres, não só no período gestacional ou puerperal, mas durante todo o seu desenvolvimento, afim de que a qualidade de vida seja preservada, visto que as mesmas são parcela importante da população e exercem grande influência na sociedade.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18237
Aparece na(s) coleção(ções):TCC - Nutrição

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
ALMEIDA, Samanta Siqueira de.pdf1,3 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.