Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18209
Título: Aplicação da avaliação nutricional subjetiva global em alcoolistas sob tratamento
Autor(es): SANTOS, Rosângela Maria dos
Palavras-chave: Álcool; Alcoolismo; Avaliação nutricional subjetiva global; Comorbidades; Estado nutricional
Data do documento: 14-Mar-2014
Resumo: Introdução: O alcoolismo é caracterizado como um fenômeno social que representa um grave problema à saúde pública mundial. A avaliação nutricional subjetiva global foi descrita pela primeira vez há mais de duas décadas e é um método clínico de avaliação do estado nutricional, simples, de baixo custo e não-invasivo que pode ser realizado a beira do leito e que considera não apenas alterações da composição corporal, mas também alterações funcionais do paciente. Objetivo: Avaliar o estado nutricional de alcoolistas em tratamento no hospital APAMI na cidade da Vitória de Santo Antão - PE, através da avaliação nutricional subjetiva global. Método: Estudo do tipo série de casos realizado com pacientes internados no Hospital Associação de Proteção a Maternidade e a Infância (APAMI) no período de março a setembro de 2010. Os instrumentos utilizados foram: questionário sociodemográfico e de avaliação de questões referentes à saúde e ao hábito de beber, bem como, questionário de avaliação nutricional subjetiva global (ANSG), proposto por DETSKY et al. (1987). Resultados: Trinta e cinco sujeitos do sexo masculino participaram do estudo, com variação de idade entre 23 e 61 anos, indicando uma média de 45,4 anos. Sobre o perfil socioeconômico 48% se declaram empregados e a renda familiar mensal média foi de 2,5 salários mínimos, a baixa escolaridade é fator marcante, pois mais da metade dos alcoolistas estudados possuíam apenas o ensino fundamental incompleto, além dos analfabetos. A ANSG classificou todos os pacientes como bem nutridos. Na maioria dos pacientes não foram diagnosticadas patologias do tipo hepatopatias, mas sim, uma baixa prevalência de doenças cardiovasculares, principalmente hipertensão, as quais geralmente associam-se ao aumento de peso. Conclusão: O momento intermediário ou final do processo de tratamento, no qual foi realizada a avaliação nutricional dos pacientes pelo método subjetivo, pode ter dificultado um diagnóstico nutricional mais criterioso, apontando assim a necessidade e a possibilidade da realização de novos estudos para avaliar e comparar o desempenho da ANSG em pacientes alcoolistas crônicos no momento inicial do tratamento. Um diagnóstico nutricional completo deve mensurar variáveis objetivas, subjetivas, bioquímicas e clínicas, envolvendo toda equipe multidisciplinar, proporcionando desta forma a melhor conduta nutricional.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18209
Aparece na(s) coleção(ções):TCC - Nutrição

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SANTOS, Rosângela Maria dos.pdf855,04 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.