Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18158
Title: Relação entre a força propulsiva e variáveis cinemáticas no desempenho de jovens atletas na prova de 100 metros livre
Authors: SILVA, Raquel de Melo Vasconcelos
Keywords: Força propulsiva; Desempenho; Performance; Natação
Issue Date: 13-Feb-2015
Citation: SILVA, R. M. V
Abstract: Introdução: No âmbito competitivo, o rendimento na natação pode ser descrito como a capacidade de deslocamento no ambiente aquático em um menor intervalo de tempo, conforme as regras pré-estabelecidas. Sendo este, portanto, alvo de interesse crescente por parte de pesquisadores e técnicos. Objetivos: Investigar a relação entre a componente força propulsiva e variáveis cinemáticas no desempenho do nado crawl em jovens atletas na prova de 100 metros livre. Métodos: Este é um estudo do tipo transversal, quantitativo, envolvendo 8 nadadores jovens, com idade entre 13 e 15 anos. A coleta foi realizada em duas etapas: coleta em local de treino e coleta em local de competição. Nos locais de treino foram coletadas informações demográficas, medidas antropométricas, variáveis cinéticas. Nas competições foram coletadas informações cinemáticas (comprimento da braçada, frequência da braçada, velocidade do nado, índice do nado, e tempo do nado). As análises estatísticas foram realizadas com o auxílio do software SPSS versão 20.0 (IBM, EUA). Foi realizada uma análise descritiva apresentada através de médias e desvios-padrão. Para determinar o grau de influência das variáveis entre si foram utilizados o coeficiente momento-produto de Pearson. Em todas as análises foi adotado um nível de significância de 5%. Resultados: Os resultados da correlação entre a componente força e a frequência de braçada encontrada neste estudo foi (r= 0,381 e p=0,352). Foi encontrado nível de associação entre a força e o comprimento de braçada e velocidade de nado respectivamente de (r=0,562 e p= 0,148), (r=0,493 e p=0,214). Foram obtidos resultado de relação entre a força e o índice de nado (r=0,481 e p= 0,227). De forma geral, foi encontrado um índice de correlação mediano, positivo não significativo entre a força propulsiva e as variáveis cinemáticas do desempenho. Conclusão: Com base nos resultados encontrados neste estudo, não obtivemos evidências suficientes para afirmar que a força propulsiva tem relação significativa com variáveis cinemáticas do desempenho para este grupo de atletas no estilo crawl, na prova de 100m.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18158
Appears in Collections:TCC - Educação Física (Bacharelado)

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
SILVA, Raquel de Melo Vasconcelos.pdf694.89 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



Items in DSpace are protected by copyright, with all rights reserved, unless otherwise indicated.