Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18151
Título: Avaliação dos efeitos da supernutrição no período pós-natal sobre os níveis de estresse oxidativo no córtex renal de ratos jovens
Autor(es): PEDROZA, Anderson Apolonio da Silva
Palavras-chave: Obesidade; Estresse oxidativo; Córtex Renal
Data do documento: 28-Jul-2015
Resumo: A obesidade é uma doença crônica caracterizada pelo armazenamento excessivo de gordura no organismo e está se tornando cada vez mais prevalente em crianças e adolescentes. Estudos mostram que o excesso de gordura pode aumentar a formação de espécies reativas de oxigênio e/ou diminuir a atividade antioxidante do organismo, culminando no estresse oxidativo. O presente estudo tem como objetivo avaliar se a supernutrição no período crítico de desenvolvimento (lactação) pode induzir alterações no balaço oxidativo renal de ratos jovens. Foi utilizado um modelo de ninhada reduzida para induzir a supernutição pós-natal. Aos 21 dias de vida, a prole foi desmamada e passaram a receber dieta Labina®. Aos 30 dias de vida, os animais macho foram sacrificados e o tecido renal (córtex) foi retirado para as análises bioquímicas: Níveis de peroxidação lipídica através da metodologia de MDA e níveis de oxidação proteica através da metodologia de carbonilas além da quantificação das atividades antioxidante das enzimas Superóxido Dismutase (SOD), Catalase (CAT) e Glutationa-S-transferase (GST). Nossos resultados mostraram que a supernutrição induz um aumento significativo nos níveis de peroxidação lipídica (p=0,03) e oxidação proteica (p=0,008) no grupo supernutrido. Em relação a atividade das enzimas antioxidantes, houve uma redução na atividade da Superóxido dismutase (p=0,033), Catalase (p=0,0248) e Glutationa-S-transferase (p=0,0397). Nossos dados sugerem que a supernutrição pós-natal modula negativamente o balanço oxidativo no córtex renal, por redução das defesas antioxidantes. Essas alterações podem estar relacionadas com uma redução da funcionalidade renal, que por sua vez pode estar associado a doenças cardiovasculares.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18151
Aparece na(s) coleção(ções):TCC - Educação Física (Bacharelado)

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
PEDROZA, Anderson Apolonio da Silva.pdf776,64 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons