Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18118
Título: Variação temporal na dieta de Speotyto cunicularia (aves: Strigidae), na cidade de Vitória de Santo Antão (Pernambuco, Brasil)
Autor(es): CARVALHO, Cristiano de Santana
Palavras-chave: Speotyto cunicularia; Dieta; Variação temporal
Data do documento: 20-Jan-2014
Resumo: A coruja buraqueira (Speotyto cunicularia) é endêmica do continente americano, estando distribuída do sul do Canadá ao sul de Chile e Argentina. Possui hábitos diurnos e crepusculares e habita áreas com vegetação rasteira, como campos naturais, savanas e restingas, além de ambientes modificados como pastagens e também áreas urbanas representados por parques, terrenos e aeroportos. A espécie possui dieta generalista composta principalmente por anfíbios, répteis, aves, pequenos mamíferos (representados principalmente por roedores) e insetos, dentre estes, a ordem Coleoptera é o item mais abundante. Os objetivos deste trabalho foram identificar os itens consumidos por Speotyto cunicularia e verificar se estes variam ao longo dos meses e de acordo com as estações chuvosa e seca. O estudo foi desenvolvido na região urbana da cidade de Vitória de Santo Antão, Zona da Mata do Estado de Pernambuco, entre outubro de 2009 e outubro de 2010. Os dados foram obtidos através da coleta de regurgitos provenientes de três indivíduos que ocupavam três tocas próximas entre si, em uma área formada por uma vegetação rasteira, na qual estavam contidos alguns formigueiros, um pequeno lago e um Rio. Os resultados mostraram que a dieta de S. cunicularia, não variou ao longo dos meses, mas houve diferença significativa entre as estações, sendo consumidos mais itens alimentares durante a estação seca. A dieta desta coruja consistiu de vertebrados e invertebrados, dentre os primeiros a ordem Anura foi a mais representativa, já entre os invertebrados, os insetos foram o grupo predominante, com destaque para a Família Formicidae que foi o item mais abundante e a Ordem Coleoptera, a qual foi a mais diversa. O fato de Anura entre os vertebrados e Formicidae entre os invertebrados serem os grupos mais abundantes entre os itens consumidos por S. cunicularia deve estar relacionado às características do habitat ocupado por Speotyto cunicularia neste estudo.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18118
Aparece na(s) coleção(ções):(CAV-LCB) - Licenciatura em Ciências Biológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
CARVALHO, Cristiano de Santana.pdf1,45 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.