Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18103
Título: Histomorfometria testicular em Phyllostomus discolor (Chiroptera: Phyllostomidae) em áreas de mata atlântica de Pernambuco
Autor(es): LIMA JÚNIOR, Nivaldo Bernardo
Palavras-chave: Morcego; Túbulos seminíferos; Estação chuvosa
Data do documento: 12-Nov-2013
Resumo: Esse estudo avaliou a condição reprodutiva e atividade espermática, por meio da histomorfometria, de P. discolor coletados em fragmentos de Mata Atlântica do litoral sul de Pernambuco, durante as estações seca e chuvosa. Os animais foram coletados por rede de neblina e classificados de acordo com a posição testicular (descendentes e não descendentes). Para as análises histomorfométricas, foram selecionados aleatoriamente 18 espécimes durante as estações seca e chuvosa, sendo (n=11) com testículos descendentes e (n=7) com testículos não descendentes. Os resultados demonstraram que as maiores médias da área de ocupação dos túbulos seminíferos foram na estação chuvosa, independente dos espécimes apresentarem os testículos descendentes ou não. Isso pode estar relacionado a um maior investimento em produção espermática, já que na estação chuvosa, existe uma maior disponibilidade de alimentos devido às precipitações pluviométricas.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18103
Aparece na(s) coleção(ções):(CAV-LCB) - Licenciatura em Ciências Biológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Nivaldo Bernardo de Lima Junior .pdf851,49 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.