Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18102
Título: Análise morfológica e detecção de micronúcleo em hemócitos de biomphalaria glabrata exposto ao oxifluorfen (Goal BR®)
Autor(es): LIMA, Pedro André de Souza
Data do documento: 23-Jan-2014
Resumo: A intensa liberação de substâncias químicas no meio ambiente tem causado inúmeros problemas para o ecossistema, afetando a saúde ambiental e ameaçando a conservação da biodiversidade do planeta. Rios, lagos e oceanos são utilizados como os principais locais para despejo de diferentes tipos de dejetos, assim os organismos aquáticos são os primeiros a serem atingidos pela ação danosa dessas substâncias. Dentre essas substâncias despejadas no meio ambiente, ganha destaque os defensivos agrícolas que são substâncias potencialmente mutagênicas. Por esta razão, o desenvolvimento de metodologias capazes de detectar as ações de agentes mutagênicos em organismos aquáticos é de suma importância. O teste do micronúcleo (MN) vem se mostrando como boa alternativa para análise da ação dos agentes físicos e químicos sobre moluscos marinhos, porém, poucos dados foram encontrados na literatura especializada, sobre teste do micronúcleo em moluscos dulcícolas B. glabrata expostos a defensivos agrícolas. Portanto, este trabalho tem como objetivo avaliar a ação do herbicida oxifluorfen sobre o molusco Biomphalaria glabrata por meio do ensaio do micronúcleo, bem como, contribuir para uma futura padronização deste teste como um biomarcador de poluição em ambientes aquáticos. Para realização dos experimentos foram utilizados adultos jovens de B. glabrata melânicos e sexualmente maduros. Os moluscos foram divididos em grupos e submetidos a 10 dias de exposição nas concentrações de 0 (controle), 0,125; 025 e 0,5 ppm de oxifluorfen. Após 10 dias de exposição, a hemolinfa dos moluscos foi coletada e posteriormente analisada quanto ao número de hemócitos e frequência de micronúcleos. Para analise estatística foi utilizado o teste Student-Newman-Keuls (p<0,05). Os resultados mostraram que moluscos expostos ao oxifluorfen apresentaram alterações morfológicas, apoptose celular e anomalias nucleares nos hemócitos, demonstrando que o Oxifluorfen é uma substância mutagênica. Notou-se que a frequência de micronúcleo foi superior para todas as concentrações estudadas em relação ao controle. Pode-se concluir que a análise morfológica e a frequência de MN de hemócitos de B. glabrata expostos ao oxifluorfen podem ser utilizadas nos estudos da ação de agentes mutagênicos em ambiente aquático.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18102
Aparece na(s) coleção(ções):TCC - Ciências Biológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LIMA, Pedro André de Souza.pdf688,69 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Os itens no repositório estão protegidos por copyright, com todos os direitos reservados, salvo quando é indicado o contrário.