Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18095
Título: Antozoários (Ocotocoralia e Antipatharia) da mar profundo do Nordeste brasileiro como fonte de substrato biogênico para invertebrados
Autor(es): LIMA, Gislaine Vanessa de
Palavras-chave: Antozoários;Epibiose;Ecossistema marinho
Data do documento: 19-Fev-2015
Citação: LIMA, G. V.
Resumo: Mais da metade das espécies do mundo vive dentro ou sobre os corpos de outros organismos, onde encontram condições, e, às vezes, recursos para sustentar seu crescimento. Octocorais e corais negros são os grupos de corais de maior diversidade em mar profundo, estes constroem assembleias densas, formando hábitats tridimensionais e atuando como substrato para invertebrados associados. O objetivo do presente trabalho foi identificar taxonomicamente os octocorais e hexacorais, além de identificar ao menor nível taxonômico os organismos envolvidos nessas associações evidenciando a importância biológica dos octocorais e corais negros em mar profundo. As amostras analisadas foram coletadas, durante o mês de maio de 2011, ao largo da costa do Rio Grande do Norte, Nordeste do Brasil, numa região denominada Bacia Potiguar, em campanhas do Projeto de Caracterização Ambiental do Talude Continental da Bacia Potiguar, realizado pela Petrobras. As coletas foram realizadas com redes de arrasto em profundidades de 108 à 2000 metros. As colônias de corais negros e octocorais coletados foram fixados em álcool (70%) e depositadas na Coleção do Grupo de Pesquisas em Antozoários (GPA), Laboratório de Biodiversidade (Departamento de Zoologia), na Universidade Federal de Pernambuco. Os resultados obtidos apontaram para uma alta riqueza e diversidade de epibiontes associados aos antozoários, os octocorais foram identificados como Nicella spicula Cairns, 2007. Nessas colônias foi encontrada uma riqueza de 12 táxons, desde equinodermos (ofiuroides) a outros cnidários (anêmonas da família Actinostolidae, hidróides e corais scleractíneos). Associados aos corais negros Styopathes adinocrada Opresko, 2006, foram encontrados poliquetas da espécie Benhamipolynoe anthipathicola (Benham, 1927). Tal fator reforça a importância ecológica desses organismos que, em mar profundo, atuando como multiplicadores de habitats, sustentando uma grande diversidade de vida. Ainda existem grandes lacunas no tocante as relações ecológicas estabelecidas entre antozoários de mar profundo e outros organismos. Portanto, se fazem necessários estudos com essa temática, para que possa ser divulgada a importância de conservar essas espécies e elucidar tais questões.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/18095
Aparece na(s) coleção(ções):TCC - Ciências Biológicas

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
LIMA, Gislaine Vanessa de.pdf10,72 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons