Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17919
Título: Diversidade e genética populacional do beijupirá (Rachycentron canadum; Perciformes: Rachycentridae): estruturação interoceânica, conectividade intra-oceânica e estimativa da variabilidade nas pisciculturas
Autor(es): ABREU, Emilly Anny Benevides de
Palavras-chave: Citocromo b; Microssatélites; Região controle; Genética de população; Peixe; Population genetics; Cytochrome b; Control region; Microsatellites
Data do documento: 26-Fev-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O beijupirá Rachycentron canadum, é um peixe pelágico marinho, migrador, cosmopolita que possui grande interesse comercial no mundo. O presente trabalho objetivou avaliar a existência de estruturação populacional interoceânica, analisar a diversidade genética e a conectividade entre as populações no Atlântico Sul, além de estimar a variabilidade e endogamia da espécie nas pisciculturas e na costa brasileira. Para isso foram utilizados exemplares do beijupirá ao longo de sua distribuição global (Atlântico, Índico e Pacífico), na costa brasileira e em quatro pisciculturas no Brasil analisados por meio de marcadores microssatélites e do DNAmt (citocromo b e D-loop). Os resultados obtidos na análise interoceânica indicam alta diversidade genética e moderada estruturação genético-populacional para o D-loop, rejeitando a hipótese de panmixia global da espécie. Na costa brasileira foi observada ausência de estruturação populacional, evidenciando conectividade e inexistência de barreiras que impeçam o fluxo gênico e a migração da espécie, revelando uma população panmítica intra-oceânica. Já nas pisciculturas do beijupirá no Brasil foi observada perda de diversidade genética e diferenciação genética entre as pisciculturas e os selvagens, apesar do cultivo recente da espécie. Diante disso, o gerenciamento da pesca tanto a nível mundial, quanto local, e o manejo da espécie nas estações de piscicultura devem considerar estas informações para a exploração sustentável e o comércio de indivíduos em termos regionais e globais, trazendo implicações para o manejo da espécie e sua conservação.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17919
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Genética

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Tese Emilly.pdf3,61 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons