Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17844
Título: Características do olfato de pacientes pré e pós-tratamento cirúrgico para hemorragia subaracnóidea aneurismática
Autor(es): LIMA, Sandro Júnior Henrique
Palavras-chave: Olfato, Hemorragia Subaracnóidea, Aneurisma Intracraniano, Circulo Arterial do Cérebro.; Smell, Subarachnoid Hemorrhage, Intracranial Aneurysm, Circle of Willis
Data do documento: 24-Fev-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Introdução: Os aneurismas intracranianos trazem consequências importantes para o paciente acometido. A hemorragia subaracnóidea (HSA) possui uma forte correlação com aneurismas saculares e devido a sua gravidade e alta ocorrência de sequelas, o seu estudo merece importância. Uma alteração sensorial que pode esta relacionada à HSA é o déficit olfatório. Dentre os métodos de avaliação do olfato descritos, os quantitativos são ferramentas que podem ser utilizados a fim de garantir resultados mais fidedignos considerando o quadro clínico desses pacientes. Objetivos: Caracterizar o olfato de pacientes pré e pós tratamento cirúrgico para hemorragia subaracnóidea aneurismática. Método: Esta dissertação está composta por dois artigos. O primeiro constou de um artigo de revisão com título Métodos de avaliação do olfato em pacientes vítimas de hemorragia subaracnóidea: revisão sistemática. O segundo é um artigo original intitulado Avaliação do olfato na hemorragia subaracnóidea aneurismática antes e após o tratamento cirúrgico, neste foram estudados 15 adultos com hemorragia subaracnóidea aneurismática, atendidos no Hospital da restauração de Pernambuco, avaliados em três momentos distintos: Após a hemorragia, com uma semana de pós-operatório e com três meses de pós-operatório. A pesquisa foi iniciada após aprovação pelo Comitê de Ética em Pesquisa do hospital. Após a aplicação do Termo de Consentimento Livre e Esclarecido foi realizada a revisão do prontuário, entrevista com o participante e avaliação do olfato por meio de um teste de soluções aquosas, adaptado de outros estudos, construído pela farmácia escola da UFPE. Resultados: O primeiro artigo mostrou heterogeneidade nos métodos utilizados para avaliação do olfato na hemorragia subaracnóidea, como também no momento selecionado para aplicação das avaliações, com evidencias de déficit olfatório nesta população. Nos resultados provenientes do estudo original desta dissertação foi observado maior número de classificações olfatórias normais, além disso, não foi encontrada correlação significativa entre a pontuação olfatória com as seguintes variáveis (Idade, Intervalo em dias entre a hemorragia subaracnóidea e a avaliação olfatória, escolaridade e topografia do aneurisma). Não houve mudança significativa na pontuação olfatória após a cirurgia. Houve diferença estatística significativa na comparação entre a pontuação olfatória com uma semana de pós-operatório e com três meses de pós-operatório. Considerações finais: Os resultados deste estudo mostram a ocorrência de alteração olfatória após a hemorragia subaracnóidea aneurismática, assim como piora na classificação do olfato após a cirurgia. Foi observada melhora no olfato após três meses de pós-operatório, com significância estatística. Sugere-se a continuação de estudos com o tema, como também que façam investigação da percepção subjetiva do olfato visando o esclarecimento dos prejuízos que a alteração olfatória causa na vida dessa população.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17844
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Neuropsiquiatria e Ciência do Comportamento

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO.pdf6,75 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons