Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17815
Title: Avaliação da distribuição geográfica e composição química de inalantes e crack apreendidos no estado de Pernambuco
Authors: CASTRO NETO, Antonio Gomes de
Keywords: Apreensão; Consumo; Composição química; Inalantes; Crack; Seizures; Consumption; Chemical composition; Inhalants; Crack cocaine
Issue Date: 1-Mar-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Após milênios de uso festivo, terapêutico e sacramental, as substâncias que traziam ebriedade tornaram-se complexas entidades científicas, que começaram a preocupar a religião e irritar o Estado. Com a fabricação de substâncias inalantes sintéticas, muitas passaram a ser utilizadas de forma recreativa. Quando o mundo aprendeu como extrair a cocaína das folhas, novas preocupações surgiram para a saúde e para o Estado. As variações na comercialização das drogas consideradas ilícitas levaram ao surgimento de diversas composições e padrões de uso como o lança-perfume, o loló e o crack. Devido sua localização e grande população, o estado de Pernambuco é uma importante rota de tráfico e de consumo de drogas. Este estudo visa determinar a composição química das principais drogas inalantes e do crack apreendidos no estado de Pernambuco pela polícia civil. Foram coletados dados das apreensões de inalantes de 2007 a 2011 e de crack de 2001 a 2011, no setor de Arquivo Geral do Instituto de Criminalística Prof. Armando Samico. Para a determinação da composição química dos inalantes, foi utilizada a técnica de cromatografia em fase gasosa com detector de ionização de chama. As amostras selecionadas foram às mesmas pesquisadas nos dados coletados dos arquivos pelas análises ficarem arquivadas no equipamento. Foi ainda realizado um comparativo do tipo de inalante e da composição química do loló com as mesorregiões do estado. Para a determinação da composição química das pedras de crack, foram utilizadas as técnicas de espectroscopia vibracional na região do infravermelho e cromatografia em fase gasosa acoplada à espectrometria de massas. Em alguns casos para a confirmação das análises foi necessário realizar espectroscopia de ressonância magnética de 1H. Foram selecionadas 215 amostras apreendidas na cidade do Recife no período de julho a dezembro de 2012. Além da determinação da composição química, foi realizada a quantificação da cocaína e dos adulterantes presentes nas pedras de crack e correlacionado essa composição com os bairros da cidade. Foram encontrados 883 casos de inalantes, sendo loló, com maior número de casos (79%). A Região Metropolitana do Recife concentra o maior número de casos (484), sendo loló o mais prevalente (382). Em relação à composição química do loló foram encontrados 12 padrões de misturas, contendo no mínimo duas substâncias e no máximo quatro, sendo a mistura etanol mais clorofórmio a mais predominante (74,4%). Das apreensões de crack, foram encontrados 7.002 casos sendo a região centro com o maior índice de casos (29%). A composição química de cocaína presente nas pedras de crack apresentou uma concentração relativa média de 46,24% sendo a fenacetina o adulterante mais encontrado, estando presente em 73% das amostras numa concentração relativa média de 43,86%. Normalmente políticas de prevenção e repressão ao uso de drogas são relativas a grandes áreas (países, estados e cidades). Políticas focais deveriam ser implementadas baseadas nas prioridades das localidades como educação, saúde, lazer, esportes, emprego e desenvolvimento econômico, sendo fatores de proteção. Drogas diferentes mostram realidades diferentes de apreensão, mostrando a necessidade de particularização de algumas políticas. A determinação da composição química por regiões específicas ajuda a traçar um panorama da incidência dessas substâncias em cada região servindo de auxílio para estimar como essas substâncias podem estar sendo adquiridas em todas as localidades focando o esforço no monitoramento do tráfico das mesmas.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17815
Appears in Collections:Teses de Doutorado - Ciências Farmacêuticas

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Tese_-_Antonio_Gomes_de_Castro_Neto.pdf4.33 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons