Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17800
Title: Mobilidade intergeracional de renda na região metropolitana do Recife em 1996 e 2010
Authors: SOUZA, Wilaman Fernandes de
Keywords: Mobilidade Intergeracional de Renda;Análise de Correspondência;Evolução da Persistência;Mobility Intergenerational Income;Correspondence Analysis;Persistence of Evolution
Issue Date: 22-Mar-2016
Publisher: Universidade Federal de Federal
Abstract: Este trabalho apresenta a estimação de persistência intergeracional de renda para a Região Metropolitana de Recife (RMR) em 1996 e 2010. Através de dados da Pesquisa Nacional de Amostra de Domicílio (PNAD) e da Fundação Joaquim Nabuco - Fundaj e com aplicação da técnica de variáveis instrumentais em duas amostras, estimou-se a renda dos pais através de três conjuntos de instrumentos e para três conceitos de renda: renda da ocupação principal, renda de todas as ocupações e renda familiar. Verificou-se que a persistência intergeracional de renda na RMR estimada através da renda familiar é mais elevada do que a registrada pelos outros dois conceitos de renda, assim como, as estimações realizadas através da ocupação como instrumento, apresentam maior mobilidade. A persistência de renda estimada para 1996 é bastante elevada, em torno de 0,66 tendo praticamente o mesmo nível registrado para o Brasil. Já a persistência estimada em 2010 é de 0,39, apontaram para uma elevação considerável na mobilidade de renda nas últimas duas décadas na RMR, apesar de ainda ser considerada elevada em relação ao registrado em países desenvolvidos. Para verificar a correlação entre as várias características familiares que podem influenciar a mobilidade entre gerações utilizou-se a técnica de Análise de Correspondência (AC), tal técnica avalia a associação entre categorias de linhas e colunas. Sendo ideal para uma análise qualitativa de mobilidade intergeracional. Por fim, os resultados encontrados através da análise de correspondência mostram que a educação é o principal instrumento influenciador da mobilidade no Brasil.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17800
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Economia / CAA

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Wilaman Fernandes de Souza.pdf1.07 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons