Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17782
Título: Perfil dos controllers no Brasil: bean counters versus business partners
Autor(es): SOUZA, Gustavo Henrique Costa
Palavras-chave: Controller; Bean counters; Business partners; Envolvimento; Autonomia; Controller; Bean counters; Business partners; Involvement; Autonomy
Data do documento: 25-Fev-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Considerando as mudanças que a literatura acadêmica tem apontado no que concerne à atuação do controller, a presente pesquisa teve por objetivo investigar o perfil deste profissional no contexto brasileiro. Partindo de dois perfis específicos (bean counters e business partners), o estudo se revestiu de uma tríplice missão: primeiro, relacionar quais as principais atividades desempenhadas por controllers atuantes no Brasil; segundo, discernir qual destes perfis destacados é predominante; e terceiro, entender como determinadas variáveis contingenciais (Tamanho da Organização, Desenvolvimento Regional e Descentralização) afetam este profissional no que diz respeito à sua autonomia e envolvimento com o negócio. O método empregado para a coleta de dados consistiu na aplicação de um questionário, disponível na plataforma Survey Monkey e respondido por controllers listados, principalmente, nas bases de dados da Associação Nacional dos Executivos de Finanças (Anefac) e da Universidade Federal de Pernambuco (UFPE). Os respondentes foram convidados por e-mail a participar da pesquisa e suas respostas sugerem a predominância de bean counters, sendo suas principais atividades: contabilizar, gerir, atender o fisco e cuidar das finanças. Tendo em conta as particularidades de cada variável, múltiplas ferramentas econométricas foram utilizadas para efetuar a análise: regressão linear, regressão logística binária, ANOVA e teste de Wald. Contudo, apenas a relação entre descentralização e envolvimento se mostrou positiva e significante. O fator idade – que, embora não previsto entre as hipóteses, emergiu dos dados – também se mostrou relevante: quanto mais idoso é o controller, maior a sua autonomia e mais inclinado a exercer o perfil business partner.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17782
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Ciências Contábeis

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação Biblioteca Central.pdf625,35 kBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons