Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17718
Title: Significados de masculinidades e cuidado à saúde para homens adolescentes/jovens em processo de formação profissional
Authors: BARROS, Camylla Tenório
Keywords: Gênero; Masculinidade; Saúde do Homem; Adolescente; Trabalho; Gender; Masculinity; Men’s Health; Adolescent; Work
Issue Date: 29-Feb-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Modelos culturais de gênero e masculinidades são elementos de grande influência nos padrões de comportamento de homens e nos significados que estes elaboram sobre o masculino. Nas relações cotidianas relacionam-se a diversas dimensões, entre elas a saúde. Assim, dependendo de como os homens entendem e expressam as relações de gênero e masculinidades, elas podem influenciar condutas e relações peculiares com a saúde. Além disso, sabe-se que essas construções envolvem toda a população de homens, entre eles, de forma particular, adolescentes/jovens. Diante disso, o presente estudo objetivou compreender os significados de masculinidades e cuidado à saúde para homens adolescentes/jovens em processo de formação profissional. Trata-se de uma pesquisa exploratória e descritiva de abordagem qualitativa, realizada com 27 homens adolescentes/jovens de 17 a 19 anos, matriculados em cursos técnicos, vinculados ao Programa Jovem Aprendiz de uma Escola Técnica localizada em Recife-PE. Foram realizadas entrevistas individuais semiestruturadas, que foram gravadas, transcritas e submetidas a análise, a qual foi orientada pela técnica de análise de conteúdo na modalidade temática. Para organização dos dados utilizou-se o software Atlas.ti (versão 7.5.3). Foram identificadas três categorias temáticas: 1) “Ser homem” adolescente/jovem; b) Homens e saúde; e c) “Ser homem”, adolescente/jovem, saúde e trabalho. Os resultados revelaram que os significados de masculinidades se basearam em modelos hegemônicos, cuja relação com a saúde perpassa compreensões de invulnerabilidade e dificuldades no cuidado. Entretanto, identificaram-se variações nesse cenário, com a presença de homens jovens que afirmaram outros modelos de masculinidades e a importância da promoção/prevenção da saúde. O que permite concluir acerca da importância que os estudos de gênero e masculinidades têm no contexto da saúde, em especial em práticas de educação em saúde, tendo em vista que o modo como os homens jovens se posicionam nos discursos de masculinidades podem se relacionar a concepções e práticas de saúde, assim como práticas de saúde podem ser mecanismos utilizados para construções de modelos de gênero. Além de sua relevância como tema de debate no intuito de desconstruir estereótipos de gênero e masculinidades, fortalecendo a adoção de novos posicionamentos que possam repercutir a importância da prevenção e promoção da saúde.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17718
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Saúde da Criança e do Adolescente

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_Camyllatenório.pdf2.78 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons