Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17708
Title: O conceito de angústia na Fenomenologia do Espírito
Authors: MATOS, Francisco Jose Sobreira De
Keywords: Angústia. Consciência-de-si. Subjetividade. Mediação. Espírito.; Anguish. Self-consciousness. Subjectivity. Mediation. Spirit.
Issue Date: 10-May-2013
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: O objetivo desse trabalho é compreender a significação, surgimento e desenvolvimento do conceito de angústia (Angst) na Fenomenologia do Espírito (2007). Para tanto, desenvolveremos um estudo pormenorizado do novo conceito de subjetividade como consciência-de-si, para compreender o próprio modus operandi dessa consciência que tenta salvaguardar o que acredita ser sua verdade, mas, porque, em contraponto com sua necessidade intrínseca de ir sempre além de toda e qualquer satisfação limitada, a angústia surge, devendo esta, ser suprassumida, para que uma nova figura da consciência apareça em sua maior riqueza de determinações. No caminho das transformações da relação indivisível sujeito-objeto, que é o próprio núcleo formador da consciência, logo de sua verdade, a consciência produz formas diferentes de experiência, e este caminho necessário, mas angustiante, pela perca incessante, mas necessária de suas verdades, é o procedimento da própria formação do sujeito para o saber, uma descoberta de si-mesmo e de seu tempo como momentos de um processo de formação para a ciência, espírito que se sabe desenvolvido. Assim, buscaremos mostrar que a angústia aparece nesse interstício entre o deparar-se da consciência com uma nova verdade, em contraste paradoxal com a verdade que tinha até agora, cobrando da própria subjetividade um atirar- se nesse novo desconhecido, realizando, assim, o caráter de possuir em si-mesmo seu limite.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17708
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Filosofia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
dissertação final - revisada 02maio2016.pdf569.53 kBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons