Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17682
Título: Analise da argumentação de estudantes universitários em ensaios acadêmicos
Autor(es): LIRA, Dowglas Amorim de
Palavras-chave: Ensaio;Competência argumentativa;Tipos de argumentos;Cogência;Essay;Argumentative competency;Types of arguments;Cogency
Data do documento: 23-Fev-2015
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O presente trabalho tem como objetivo avaliar o desenvolvimento de competências argumentativas em ensaios acadêmicos de estudantes universitários que participaram de uma disciplina que teve/tem como objetivo o desenvolvimento de competências argumentativas. Para tanto, na fundamentação teórica, dissertamos acerca do que compreendemos da relação existente entre argumentação e cognição, Leitão (2000, 2001), entendendo a argumentação como uma atividade discursiva e social, de natureza dialógica/dialética, que promove o desenvolvimento do pensamento crítico-reflexivo; acerca da competência argumentativa é concebida, aqui, como uma atividade de mobilização de diferentes saberes que tem como base a ação argumentativa (Cedillo, Flores – Macías, Tirado-Segura, 2013); dos estudos dos gêneros discursivos em Bakhtin (1997) e, em especial, do gênero argumentativo ensaio conforme Paviani (2009). A análise das competências argumentativas neste trabalho foi avaliada pelas características do gênero discursivo ensaio discutidas em Paviani (2009), pela análise da tríade argumentativa descrita por Leitão (2000, 2001), pelos tipos de argumentos em Walton (2010) e pela força e solidez dos argumentos dissertadas em Govier (2010), em dois momentos distintos e complementares microanálise e macroanálise. Na microanálise tivemos como pretensão analisar cada ensaio produzido conforme os critérios adotados na maroanálçise, segunda parte nosso enfoque, buscamos averiguar de qual modo se comportaram os ensiaos entre as duas versões analisados, agora, em conjunto. O corpus analisado faz parte do banco de dados do NupArg – Núcleo de pesquisa em argumentação. Quanto aos resultados percebemos que quanto à caracterização do gênero os ensaios se mantiveram similares em ambos os momentos, com poucas características divergentes; quanto à tríade argumentativa houve um acentuado uso de contra-argumentos e um baixo uso do item resposta; quanto aos tipos de argumentos, dado o contexto de produção, os alunos se utilizaram mais dos tipos de argumentos de especialista e posição de conhecimento; quanto aos critérios de força e solidez a maioria dos argumentos, como era esperado, atingiram apenas o critério de aceitabilidade. A melhoria na competência argumentativa dos alunos parece mais acentuada quanto ao uso da tríade argumentativa, como também, do refinamento aos tipos de argumentos apresentados no segundo ensaio.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17682
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Psicologia Cognitiva

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
Dissertação DOWGLAS Entregar 2.pdf2,14 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons