Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17663
Título: Obtenção de sitemas poliméricos microparticulados para o aumento da velocidade de dissolução do efavirenz na terapia anti-HIV
Autor(es): COSTA, Salvana Priscylla Manso
Palavras-chave: Efavirenz. HIV. Dispersão sólida. PVPVA 64. Dissolução;Efavirenz. HIV. Solid dispersion. PVPVA 64. Dissolution
Data do documento: 26-Fev-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: efavirenz (EFZ) é considerado uma das drogas anti-HIV mais utilizadas, porém é classificado como fármaco de classe II (baixa solubilidade, alta permeabilidade), segundo o sistema de classificação biofarmacêutica, apresentando problemas de absorção no trato gastrointestinal e, consequentemente, biodisponibilidade inadequada para sua ação terapêutica. Assim, este trabalho objetivou desenvolver sistemas microparticulados com polímeros inovadores afim de contornar estes entraves através da técnica de dispersões sólidas (DS). Para o desenvolvimento de DS com o EFZ, realizaram-se, inicialmente, estudos teóricos e práticos que permitiram selecionar o PVP-K30, o PVPVA 64 SOLUPLUS e HPMCAS como carreadores da formulação. As DS com esses polímeros foram preparadas pelo método do solvente. A análise de Difração de raios-X (DRX) mostrou que os polímeros são capazes de manter o EFZ em sua forma amorfa até uma concentração de 80% fármaco. Através dos estudos de dissolução in vitro, verificou-se que o sistema DS PVPVA 64 – EFZ 10% seria o mais promissor, uma vez que o mesmo foi capaz de aumentar em até seis vezes a AUC quando comparado ao fármaco isolado, além de manter os níveis de supersaturação por um período de 120 minutos. Os sistemas DS PVP-K30 – EFZ 10% e DS HPMCAS – EFZ 10% obtiveram bons resultado no estudo de dissolução in vitro e, assim, também foram selecionados. O método para quantificação do EFZ otimizado foi co-validado de acordo com o preconizado pela RE nº 899/03 da ANVISA e pelo ICH e demonstrou-se: linear, preciso e exato para os parâmetros avaliados. A caracterização físico-química das DS com PVP K-30 e PVPVA 64 através de técnicas calorimétricas, microscópicas e espectrofotométricas evidenciou a conversão do EFZ para o seu estado amorfo e verificou que o PVPVA 64 interage de maneira mais efetiva quando comparado ao PVP-K30. No entanto com base nos resultados preliminares do estudo de estabilidade acelerada, pode-se observar que tanto o PVP K-30 quanto o PVPVA 64 foram capazes de inibir a cristalização do fármaco, ao final de três meses de estudo. O comportamento e a estabilidade térmica do EFZ e da DS PVPVA 64 – EFZ 10% foram investigados por TG, DSC, DSC fotovisual e pirolisador acoplado a CG/MS. Foram observadas diferenças entre as curvas TG do fármaco puro e aquela do produto farmacêutico, devido à presença do polímero. Bem como, pôde-se observar que a DS promoveu uma proteção térmica ao EFZ, mostrando uma boa qualidade da formulação. Para os parâmetros cinéticos obtidos nas condições não-isotérmica e isotérmica, os valores da Ea para a DS foi igual a 101 e 132 kJ/mol, respectivamente, enquanto que os valores de Ea para o EFZ, segundo a literatura, estão entre 88 – 93 kJ/mol. A ordem da cinética de degradação da DS foi de primeira ordem, diferentemente do EFZ puro, que é de ordem zero. Além disso, através da equação de Arrhenius, pôde-se sugerir uma estabilidade de sete meses para a formulação. Os valores dos parâmetros cinéticos determinados pelos métodos isoconvencionais obtiveram valores de Ea na faixa de 88 – 95 kJ.mol-1, isto indica uma boa correlação entre os métodos aplicados. Uma vez que os valores de Ea variaram de acordo com o grau de conversão (a), pode-se verificar que o processo de degradação do EFZ se faz por mecanismos do tipo contração geométrica e nucleação. Dessa forma, a partir do estudo, obteve-se DS estáveis e adequadas para superar as limitações de solubilidade do efavirenz.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17663
Aparece na(s) coleção(ções):Teses de Doutorado - Inovação Terapêutica

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
SALVANA PRISCYLLA MANSO COSTA_PPGIT_CCB_2016.pdf8,02 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons