Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17643
Título: Alterações da comunicação em vítimas de acidente de transporte terrestre atendidas pelo SAMU Recife
Autor(es): OLIVEIRA, Carmen Daniella Batista de
Palavras-chave: Acidente de trânsito. Trauma. Transtornos da comunicação. Craniofacial. Face.; Accident traffic. Trauma. Communication disorders. Craniofacial. Face
Data do documento: 22-Fev-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: O objetivo do estudo foi identificar a prevalência e os fatores associados às alterações da comunicação nas vítimas de acidente de transporte terrestre, no momento do atendimento pré-hospitalar no município do Recife. Trata-se de um estudo seccional, onde foram analisados os prontuários das vítimas de acidentes de transporte terrestre atendidas pelo SAMU-Recife, entre junho/2013 e julho/2014. Foram calculadas as prevalências das variáveis dependentes. O Teste Qui-Quadrado e o Teste Exato de Fisher selecionaram as variáveis associadas ao desfecho, considerado significante p < 0,05. Para a seleção das variáveis para a análise multivariada, foi considerada significância ≤ 0,20. Como resultados, foram elaborados dois artigos: uma revisão sistemática como parte da fundamentação teórica e um artigo original que estudou 4.298 vítimas, a maioria homens (75,3%) entre 20 a 29 anos (58%). Foram identificadas as prevalências para ausência de resposta verbal e dificuldade de fala de 4,11% e 3,14%, respectivamente. Observadas associação de ausência de resposta verbal e dificuldade de fala em motociclistas e ciclistas, que não usavam capacete, com agitação psicomotora, lesões de face, dispneia, obstrução de vias aéreas e que ingeriram bebida alcóolica. A medida da prevalência das alterações da comunicação em vítimas de acidente de transporte terrestre e os fatores associados encontrados foram considerados relevantes por ser, até então, desconhecidos pela comunidade científica, sendo necessário que os serviços de atendimento pré-hospitalar, hospitalar e de reabilitação estejam preparados para avaliar e atender essas vítimas.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17643
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Saúde da Comunicação Humana

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO.pdf2,2 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons