Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17563
Title: Candidemias associadas a neoplasias hematológicas: perfil epidemiológico e sensibilidade antifúngica
Authors: DINIZ, Madi Veiga
Keywords: Câncer;Candidemia;Candida;Diagnóstico micológico;Sensibilidade a antifúngicos;Cancer;Candidemia;Candida;Mycological diagnosis;Antifungal susceptibility
Issue Date: 26-Feb-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Pacientes acometidos por neoplasias hematológicas realizam tratamento quimioterápico intenso e têm alto risco de desenvolver infecções invasivas por espécies de Candida spp. devido à baixa resposta imune, neutropenia e outros fatores de risco, contribuindo para uma elevada morbimortalidade. Entretanto, devido a peculiaridades da imunossupressão a que são submetidos, a distinção entre os processos infecciosos ainda não é uma tarefa fácil podendo levar o paciente a óbito. O presente estudo teve como objetivo diagnosticar candidemias e avaliar o perfil epidemiológico e sensibilidade antifúngica em pacientes acometidos por neoplasias hematológicas. O diagnóstico micológico foi realizado através da taxonomia clássica e automatizada e confirmado pela técnica molecular (PCR-Reação em Cadeia da Polimerase) e identificação proteômica (MALDI-TOF MS). O teste de sensibilidade antifúngica seguiu as recomendações M27-A3 do Clinical & Laboratory Standards Institute (2008). A análise estatística descritiva foi realizada no programa GraphPad Prism6 através do teste exato de Fisher e cálculo do Odds ratio (intervalo de confiança de 95% para p < 0,05). Foram analisadas 105 amostras sanguíneas de 62 pacientes internados no serviço de Onco-hematologia do Hospital de Câncer de Pernambuco (HCP) no período de janeiro de 2015 a setembro de 2015. Dentre estas, foram isoladas nove (8,57%) leveduras do gênero Candida, sendo seis (66,66%) C. tropicalis e três (33,34%) C. albicans. O óbito ocorreu em 66,6% dos casos de candidemia demonstrando haver associação estatística significativa (p = 0,03, Odds Ratio = 5,53). O internamento em UTI, como fator de risco, foi associado à candidemia (p = 0,0008 Odds ratio = 24,8) e o choque séptico ao óbito (p= 0,0476 Odds ratio= 25,67). Ao teste de sensibilidade antifúngica, os isolados mostraram sensibilidade aos antimicóticos anfotericina B, caspofungina, micafungina, anidulafungina e fluconazol. Com base nos resultados obtidos, conclui-se que candidemia é uma infecção invasiva frequente causada por espécies de Candida não-albicans, em pacientes com neoplasias hematológicas, como a espécie C. tropicalis.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17563
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Patologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
DISSERTAÇÃO FINAL PDF DIGITAL.pdf1.21 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons