Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17458
Title: Carcinomas mamários: enxergando os atípicos entre os típicos
Authors: BARBOSA, Bruno Trajano
Keywords: Mamas - Câncer;Lecitinas;Câncer - Diagnóstico
Issue Date: 24-Feb-2014
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: O câncer de mama é uma das neoplasias com as maiores taxas de morbidade e mortalidade em todo o mundo e a principal causa de mortes por câncer em mulheres. Os objetivos deste trabalho foram: a) avaliar a expressão das proteínas HIF-1α, MGAT5, BRCA1 e BRCA2 em tumores de mama humana diagnosticados como carcinoma ductal invasivo (CDI) utilizando imunohistoquímica; b) avaliar a expressão de Gal-1 e Gal-3 e o glicocódigo em glicoconjugados de superfície celular de tumor mamário diagnosticado como carcinoma mucinosopurousando imunohistoquímica e histoquímica com lectinas (Con A, HPA, PNA e UEA-I), respectivamente; c)avaliar a expressão de BRCA1 e BRCA2 em carcinoma ductal invasivo de mama (CDI) bilateralutilizando imunohistoquímica;d) avaliar a expressão de MUC1, Gal-1 e Gal-3 em tumor de mama humana diagnosticado como carcinoma mucinoso com componente invasivo (CDI) utilizando imunohistoquímica. Os resultados foram; a) HIF-1α apresentou correlação estatística direta com a invasão linfonodal (p=0,036), BRCA2 apresentou uma correlação inversa com o receptor de progesterona (p=0,02), MGAT5, embora com imunomarcação positiva, não apresentou nenhuma correlação significativa comfatores clínico-histopatológico analisado (idade, invasão linfonodal e grau nuclear) nem com os marcadores de rotina no diagnóstico (receptor de estrógeno, receptor de progesterona e HER-2); b) a marcação de Con A e HPA foram positivas para histoquimica com lectinas, a imunohistoquímica foi positiva para Gal-1 e Gal-3. Gal-3 foi tambémpositivapara o estroma associado as células tumorais e ao endotélio vascular; c) a positividade para BRCA1 e BRCA 2 bem como para RE, RP e HER-2 não conferiu um aspecto de proteção quanto a progressão do câncer ecomprometimento linfonodal, d) os marcadores avaliados apresentaram expressão diferenciada nos componentescelulares do tumor: BRCA1 (componente mucinoso), BRCA2 (CDI), MUC1 e Gal-3 (citoplasma e membrana apical das células do carcinoma mucinoso e apenas na membrana apical das células de CDI) e Gal-1 (células estromais associadas ao tumor). Desta forma se conclui que: a) HIF-1α e BRCA2 são capazes de serem correlacionados com parâmetros clínico-histopatológicos da rotina diagnóstica e que seua positividade auxilia na caracterização do carcinoma ductal invasivo; b) apesar de ser caracterizado por um bom prognóstico, o carcinoma mucinoso aqui estudado apresentou características glicobiológicas que indicam a aquisição de um fenótipo agressivo; c) os resultados possibilitam a caracterização dos tumores como Luminal B cujo prognóstico se caracteriza como reservado. Eos biomarcadores avaliados BRCA1 e BRCA2 aliados aos da rotina clínica (RP, RE, HER-2 e Ki-67) possibilitaram um melhor entendimento e correlação dos aspectos clínicos, morfológicos e moleculares do câncer de mama bilateral tendo importância terapêutica, epidemiológica e preditiva; d) os resultados possibilitaram um melhor entendimento e correlação dos aspectos morfológicos e moleculares do carcinoma de mama mucinoso misto (com componente invasivo–CDI) auxiliando o diagnóstico apresentado pelos biomarcadores de rotina clínica (RP, RE, HER-2).
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17458
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Inovação Terapêutica

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação_BRUNO TRAJANO BARBOSA_BIBLIOTECA CENTRAL UFPE.pdf2.29 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons