Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17455
Title: Alterações da função vesical devido ao envelhecimento em mulheres avaliadas através do estudo urodinâmico
Authors: ALBUQUERQUE NETO, Moacir Cavalcante de
Keywords: Envelhecimento; Urodinâmica; Doenças da bexiga urinária; Bexiga urinária neurogênica.; Aging; Urodynamics; Diseases of the urinary bladder; Neurogenic urinary bladder
Issue Date: 22-Jan-2016
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Objetivos: O declínio da função vesical com a idade pode levar a comprometimento da qualidade de vida além de sérios problemas de saúde aos idosos. Assim, avaliaremos as alterações da função vesical com o envelhecimento em mulheres através do estudo urodinâmico e tentaremos desenvolver fórmulas que possam estimar os valores esperados dos parâmetros urodinâmicos avaliados de acordo com a idade. Materiais e métodos: Foi realizada uma análise retrospectiva dos estudos urodinâmicos realizados no Serviço de Urologia do Departamento de Cirurgia do Hospital das Clínicas da UFPE, cadastrados no prontuário eletrônico www.infomed.net.br entre maio de 2011 e novembro de 2015, a fim de obter e calcular os parâmetros necessários para avaliar a função vesical em diferentes faixas etárias (18-30, 31-40, 41-50, 51-60, 61-70, 71-80 e maior que 80 anos). Além disso, excluímos pacientes com qualquer fator conhecido que tenha o potencial de afetar a função vesical que não a idade. Resultados: De um total de 3103 exames analisados, foram selecionadas 719 pacientes do sexo feminino para serem incluídas no estudo. A média de idade das pacientes foi de 49,3 anos e em todos os parâmetros avaliados (fluxo máximo, volume urinado, complacência vesical, capacidade cistométrica máxima, pressão detrusora no fluxo máximo, resíduo pós-miccional, índice de contratilidade vesical e índice de eficiência vesical) obtivemos correlação estatisticamente significante entre o declínio da função vesical e a idade. Ainda, conseguimos expressar por equações matemáticas a relação de causa-efeito por regressão linear. Conclusão: O presente estudo observou que há uma diminuição da função vesical tanto de armazenamento (diminuição da capacidade cistométrica máxima e complacência vesical) quanto de esvaziamento (diminuição do fluxo máximo, da pressão detrusora no fluxo máximo, do volume urinado, do índice de contratilidade vesical e do índice de eficiência vesical, assim como o aumento do resíduo pós-miccional) com o envelhecimento. Paralelamente, estamos propondo fórmulas que podem estimar os valores esperados dos parâmetros urodinâmicos avaliados de acordo com a idade, na população estudada.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17455
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Cirurgia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação - VERSÃO DEFINITIVA.pdf1.06 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons