Skip navigation
Use este identificador para citar ou linkar para este item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17391
Título: HOMA-IR e fatores de risco cardiometabólico e consumo alimentar de adolescentes
Autor(es): ANDRADE, Maria Izabel Siqueira de
Palavras-chave: Resistência à insulina.; Sobrepeso; Consumo alimentar; Adolescente
Data do documento: 23-Fev-2016
Editor: Universidade Federal de Pernambuco
Resumo: Com o objetivo de identificar a prevalência de resistência à insulina (RI) em adolescentes e sua associação com variáveis cardiometabólicas e com o consumo alimentar, foi conduzido um estudo de delineamento transversal de base escolar com 1081 adolescentes de 12 a 17 anos provenientes de amostragem complexa do ―Estudo de Riscos Cardiovasculares em Adolescentes‖ (ERICA). Na presente casuística foi avaliada uma subamostra da população total de adolescentes incluídos no ERICA, sendo englobados todos os estudantes elegíveis que estavam matriculados no turno da manhã das escolas analisadas na cidade do Recife, capital do Estado de Pernambuco. A coleta dos dados foi possível a partir do uso de questionários englobando perguntas referentes a variáveis demográficas, socioeconômicas e comportamentais, além de parâmetros antropométricos, bioquímicos e do consumo alimentar, os quais foram obtidos por profissionais devidamente capacitados. A presença da RI foi diagnosticada com uso do Homeostatic Model Assessment for Insulin Resistance (HOMA-IR), sendo confirmada quando HOMA-IR > Percentil 75 da distribuição. Para ajuste do delineamento amostral complexo inerente ao ERICA, todas as análises estatísticas foram realizadas no STATA versão 14.0, a partir do módulo “Survey”. Partindo-se de um modelo hierárquico de determinação da RI pré-definido, realizou-se a análise bivariada para verificar a associação entre a RI e as variáveis independentes por meio da regressão de Poisson simples. Nesta ocasião, as associações que apresentaram p<0,20 foram ajustadas com modelos de análise multivariada pela regressão de Poisson com ajuste robusto da variância, sendo consideradas estatisticamente significativas as variáveis com p≤0,05. A amostra final foi representativa para 99.221 adolescentes de 12 a 17 anos, matriculados no turno da manhã de escolas públicas e privadas do município estudado. A idade mediana foi de 14 anos (Intervalo interquartílico=13-16), havendo 50,4% de indivíduos do sexo masculino e 67,6% em estágio púbere da maturação sexual. A RI foi evidenciada em 25,3% dos adolescentes. Após ajustes estatísticos, as variáveis que se associaram significativamente com o índice HOMA-IR no modelo final foram: faixa etária, IMC por idade, triglicerídeos, HDL-Colesterol e o menor consumo alimentar de gordura saturada. No presente estudo, observou-se uma prevalência importante de RI na população analisada e o índice HOMA-IR se associou significativamente com variáveis cardiometabólicas e do consumo alimentar. A condução de pesquisas com adolescentes, envolvendo a temática abordada, permite a implementação de estratégias que incentivam a promoção da saúde desse grupo populacional pouco estudado e a identificação dos fatores de risco passíveis de modificação mais associados com a RI.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17391
Aparece na(s) coleção(ções):Dissertações de Mestrado - Nutrição

Arquivos deste item:
Arquivo Descrição TamanhoFormato 
DISSERTAÇÃO_Versão Final com Ficha CCS.pdf4,21 MBAdobe PDFVer/Abrir


Este arquivo é protegido por direitos autorais



Este item está licenciada sob uma Licença Creative Commons Creative Commons