Skip navigation
Please use this identifier to cite or link to this item: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17320
Title: Avaliação da citotoxicidade e genotoxicidade de extratos orgânicos e ácido barbático isolado do líquen Cladonia salzmannii (Nyl.)
Authors: GONÇALVES, Joelma Pessoa
Keywords: Depsídeos. Antitumoral. Micronúcleo. Cometa; Depsides. Antitumor. Micronuclei. Comet
Issue Date: 25-Feb-2015
Publisher: Universidade Federal de Pernambuco
Abstract: Os metabólitos secundários dos liquens são responsáveis pela maioria das suas atividades biológicas. Muitos destes compostos apresentam relevante atividade antineoplásica. O objetivo deste trabalho foi verificar as atividades citotóxica e genotóxica in vitro dos extratos orgânicos e do ácido barbático (BAR) purificado de Cladonia salzmannii Nyl. Os extratos orgânicos foram obtidos a partir do talo liquênico (22 g) previamente limpo e seco, com os solventes éter dietílico, clorofórmio e acetona, através do método de esgotamento a quente em aparelho de Soxhlet. O ácido barbático foi purificado a partir do extrato etéreo (1,3 g). A análise química dos extratos orgânicos e do BAR purificado foi realizada através de Cromatografia em Camada Delgada (CCD). A pureza do BAR purificado foi observada através de Cromatografia Líquida de Alta Eficiência (CLAE). A atividade citotóxica dos extratos orgânicos e do BAR purificado foi determinada através do Método do MTT [brometo de 3-(4,5-dimetiltiazol-2-il)-2,5-difeniltetrazólio] e do IPBC (Índice de Proliferação com Bloqueio da Citocinese). O potencial genotóxico dos extratos orgânicos e do BAR purificado foram determinados através do teste do micronúcleo e do ensaio cometa. O dimetilsulfoxido (DMSO) foi utilizado como solvente de diluição das amostras em todos os testes de atividade biológica. Os resultados referentes a CI50 demonstraram relevante potencial citotóxico para o extrato etéreo (Ext E) (50 μg/mL) frente as linhagens celulares NCI-H292 (CI50: 29,91 μg/mL), HEp-2 (CI50: 26,75 μg/mL) e HL-60 (CI50: 3,59 μg/mL), e para o BAR purificado (25 μg/mL) contra as linhagens HEp-2 (CI50: 15,79 μg/mL) e MCF-7 (CI50: 18,28 μg/mL). Porém, a avaliação da citotoxicidade considerando o Índice de Proliferação com Bloqueio de Citocinese (IPBC) demonstrou atividade citotóxica para o BAR purificado em todas as concentrações testadas (5, 10, 20 e 40 μg/mL) e para todos os extratos orgânicos (50 μg/mL) frente as células do Carcinoma de Ehrlich. Entretanto, para o Sarcoma 180 apenas o BAR purificado na concentração de 40 μg/mL e os extratos etéreo e clorofórmico (50 μg/mL) foram considerados citotóxicos. O teste do micronúcleo (MN) demonstrou que o BAR purificado na concentração de 5 μg/mL não apresentou potencial genotóxico em ambas as linhagens celulares tumorais. Além disso, o extrato clorofórmico e BAR purificado na concentração de 10 μg/mL não foram considerados genotóxicos para o Sarcoma 180. No ensaio cometa, todos os compostos testados induziram danos ao DNA em ambas as linhagens tumorais. Com base nos resultados, considera-se que os extratos orgânicos e o BAR purificado de C. salzmannii (Nyl). apresentam atividade citotóxica e genotóxica frente as linhagens celulares tumorais testadas.
URI: https://repositorio.ufpe.br/handle/123456789/17320
Appears in Collections:Dissertações de Mestrado - Bioquímica e Fisiologia

Files in This Item:
File Description SizeFormat 
Dissertação- JOELMA PESSOA GONÇALVES.pdf1.35 MBAdobe PDFView/Open


This item is protected by original copyright



This item is licensed under a Creative Commons License Creative Commons